A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

07/06/2018 23:38

Pai e filho são condenados a 9 anos de prisão por atropelamento de policial

Adriano Fernandes
Promotoria durante sustentação do caso, nesta quinta-feira (07). (Foto: TJMS) Promotoria durante sustentação do caso, nesta quinta-feira (07). (Foto: TJMS)

Liosmar Rocha da Silva, de 39 anos, e o filho, Liosmar da Rocha Junior, 19, foram condenados hoje (07) a 9 anos e três meses de prisão - se somadas as duas penas de pai e filho-, por conta do atropelamento de um investigador de polícia, durante uma tentativa de roubo a uma jovem de 19 anos, na Rua Baronesa de Itu, na Vila Adelina em Campo Grande.

Na ocasião, dia 07 de janeiro de 2017, Liosmar seguia em um Palio, junto do filho quando o rapaz quis roubar o celular da jovem na rua, enquanto o pai aguardava no veículo. Durante a tentativa de roubo, no entanto, o investigador abordou o rapaz. Momento em que Liosmar tentou impedir a prisão do filho e avançou com o carro sobre o policial.

O investigador ainda tentou parar o veículo efetuando um disparo, mas a dupla fugiu. Contudo, após apreensão do veículo e durante diligências Liosmar e o filho foram encontrados e presos pela polícia.

No julgamento desta quinta-feira (7), na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o pai foi condenado por ofender a integridade física do policial, à pena de 10 meses de detenção, e pelo crime de tentativa de roubo simples contra a jovem, por mais 4 anos e 5 meses de reclusão e 10 dias-multa, em regime fechado.

Já Liosmar Junior foi condenado pelo crime de tentativa de roubo simples contra a vítima, à pena de 4 anos de reclusão e 10 dias-multa, em regime aberto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions