A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/11/2014 12:17

Pais e mães reclamam de poucas vagas em escolas de tempo integral

Ludyney Moura
Campo Grande tem duas escolas de tempo integral, nos bairros Paulo Coelho Machado e Rita Vieira (Foto: Marcelo Calazans)Campo Grande tem duas escolas de tempo integral, nos bairros Paulo Coelho Machado e Rita Vieira (Foto: Marcelo Calazans)

A procura por vagas nas duas escolas de tempo integral existentes em Campo Grande ainda é alta nesta terça-feira (11). As unidades do Bairro Paulo Coelho Machado, Professora Ana Lucia de Oliveira Batista, e no Bairro Rita Vieira, Professora Iracema Maria Vicente, recebem inscrições para a pré-matrícula até amanhã (12).

A fila na manhã de hoje na escola Ana Lucia de Oliveira ainda era grande. Pais e mães de alunos disputam as poucas vagas que estão disponíveis para novos alunos. A Semed (Secretaria Municipal de Educação) explica que o principal critério para a vaga é a residência da criança no bairro.

“Eu sai do serviço de seis anos porque não tinha com que deixar minha filha de sete anos. E fui informada que preciso voltar em janeiro porque não tem vaga. Eu preciso da vaga porque preciso trabalhar e não tem com que deixar minha filha”, disse Silvia Ferreira Santos, 38 anos, que está desempregada.

O servente de pedreiro Oviedo Bispo do Santos, 42 anos, chegou há pouco tempo em Campo Grande, vindo de Sidrolândia, e mora hoje no Bairro Coelho Machado e também espera conseguir vagas para os dois filhos, de 10 e 9 anos.

“Eu mudei para cá e moro pertinho da escola, e eu e minha esposa trabalhamos o dia todo, inclusive eu pedi uma licença do serviço para tentar conseguir essa vaga, mas parece que são poucas disponíveis”, disse Oviedo.

Na fila da mesma escola desde a madrugada, a cabeleireira Margarete Raquel, 42 anos, cobrava mais escolas de tempo integral na cidade. Ela quer uma vaga no 2º ano fundamental para a neta.

“Minha filha está desde as 3h da madrugada na fila e não vai sobrar vaga. Tem mãe com dois ou três filhos que está desde o ano passado tentando vaga e não consegue. Eles precisam construir mais escolas dessas para a população”, cobrou Margarete.

A diretora da unidade no Paulo Coelho Machado, Rosângela Ruas Chelotti, revelou que além da comprovação de residência no bairro, os pais ou responsáveis precisam se comprometer a não deixar os filhos após o fechamento da escola, diariamente às 16h.

“Outro critério é a coerência da faixa etária, ou seja, as crianças precisam estar na faixa de idade prevista para todas as turmas”, explicou Rosângela.

Mãe de uma criança de três anos e sete meses, a funcionária pública Aparecida Bigas, 40 anos, também estava na fila à espera de uma escola para o filho. “São poucas vagas, para a faixa etária do meu filho são 20 para toda a região”, protestou ela.

Segundo a Semed, na escola Iracema Maria Vicente, são ofertadas 20 vagas para a educação infantil – pré-escola I, 25 vagas para a educação infantil – pré-escola II, e 15 vagas para o 1º ano do ensino fundamental. Na Escola Municipal Ana Lucia de Oliveira Batista são oferecidas 20 vagas para a educação infantil – pré-escola I, 50 vagas para educação infantil – pré-escola II e 25 vagas para o 1º ano do ensino fundamental. A inscrição para a pré-matrícula vai até amanhã e deverá ser feita pelos pais ou responsáveis legais. O atendimento aos interessados acontece no período das 7h30min às 16h30min, na escola.

Recém chegado à Capital, Oviedo quer vaga para dois filhos (Foto: Marcelo Calazans)Recém chegado à Capital, Oviedo quer vaga para dois filhos (Foto: Marcelo Calazans)
Diretora explica que pais precisam morar no bairro para ter acesso à vaga (Foto: Marcelo Calazans)Diretora explica que pais precisam morar no bairro para ter acesso à vaga (Foto: Marcelo Calazans)
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions