ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 27º

Capital

“Parece piada”, diz padre de paróquia furtada pela 3º vez em menos de 15 dias

A igreja fica na Rua Eduardo Prado, na Vila Serradinho, e em menos de 15 dias teve a fiação furtada 3 vezes

Viviane Oliveira | 01/09/2022 08:48
Fiação foi furtada novamente nesta madrugada (Foto: Direto das Ruas)
Fiação foi furtada novamente nesta madrugada (Foto: Direto das Ruas)

“Parece piada”, disse o padre Gabriel Gonçalves da Paróquia Santo Afonso Maria de Ligório, que amanheceu nesta quinta-feira (1º) sem energia. A igreja fica na Rua Eduardo Prado, na Vila Serradinho, em Campo Grande. Em menos de 15 dias, o templo teve a fiação furtada três vezes.

No domingo (28), reportagem do Campo Grande News mostrou os fiéis rezando à luz de vela, porque a fiação havia sido furtada na sexta-feira (26). Ontem, a luz foi restabelecida e durante a madrugada a igreja foi, novamente, alvo de bandidos.

O outro padre da paróquia, Linneker Gabriel, disse que a igreja reforçou as travas do portões e do padrão para evitar um novo furto, mas não adiantou. “Deve ser alguém que está de olho já, cuidando. Porque ontem terminamos de fazer a instalação da nova fiação e durante a madrugada furtaram de novo”, lamentou.

Coroinhas entrando na igreja, que fez a missa à luz de velas, na noite de domingo (Foto: Alex Machado)
Coroinhas entrando na igreja, que fez a missa à luz de velas, na noite de domingo (Foto: Alex Machado)
Concertina no padrão de energia elétrica não impediu que a igreja fosse novamente alvo de bandidos (Foto: Direto das Ruas)
Concertina no padrão de energia elétrica não impediu que a igreja fosse novamente alvo de bandidos (Foto: Direto das Ruas)

Segundo os padres, cada vez que a fiação é furtada, a igreja gasta cerca de R$ 10 mil, para comprar novamente os cabos e pagar a mão de obra do eletricista. “Eles [os ladrões] abrem a caixa onde ficam os fios e puxam toda a fiação que fica enterrada”, disse.

No outro furto ocorrido há dez dias atrás, os assaltantes cortaram o cadeado do portão principal e furtaram 80 metros de fios de cobre.

No início do ano a paróquia também já havia sido invadida, mas o prejuízo foi menor. Nem a cerca elétrica no poste de energia intimida os bandidos. Os fios furtados, geralmente, são comprados por ferros-velhos.

Direto das Ruas - A sugestão de reportagem chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias