A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

27/06/2019 11:22

Pavimentação é sonho de comerciantes em avenida que tem “um pouco de asfalto”

Moradores aguardam ansiosos pelo fim das obras de pavimentação enquanto a chuva transforma ruas em rios de lama

Izabela Sanchez e Liniker Ribeiro
Avenida Cândido Garcia de Lima, no bairro Nova Lima, que recebeu parte da pavimentação (Foto: Marina Pacheco)Avenida Cândido Garcia de Lima, no bairro Nova Lima, que recebeu parte da pavimentação (Foto: Marina Pacheco)

No bairro Nova Lima, ponta “nordeste” de Campo Grande, o assunto entre moradores sempre tem uma palavra em comum: asfalto. Ou a falta dele, no caso de avenidas e ruas que ainda aguardam obras da Prefeitura. Nos locais onde o asfalto começou a chegar, mas foi deixado pelo caminho, esperança e ansiedade tomam conta dos moradores.

A espera é ainda maior para os comerciantes, que dependem de condições melhores de trânsito para atrair mais clientes. É o caso de quem vende produtos e serviços na Avenida Cândido Garcia de Lima, onde parte da via de mão dupla foi asfaltada, obra que não terminou.

Proprietário de uma oficina de autopeças, Valdomiro Pereira da Costa, 44, pensou, ao ver o maquinário manipulando a malha asfáltica, que o poeirão da via, ia, finalmente, chegar ao fim. “Asfalto aqui melhoraria tudo, o barro, a poeira e principalmente o movimento. O pessoal passando por aqui significa possibilidade de mais clientes”, diz.

Na manhã desta quinta-feira (27), a oficina divide espaço com muitas poças de água, preenchidas por uma chuva que veio para aliviar parte da estiagem do inverno. O alívio, ainda assim, esbarra na dificuldade para andar, a pé ou de carro.

Valdomiro Pereira da Costa, 44, proprietário de uma loja de autopeças na Avenida (Foto: Marina Pacheco)Valdomiro Pereira da Costa, 44, proprietário de uma loja de autopeças na Avenida (Foto: Marina Pacheco)

A família do estudante Luan de Oliveira Lopes, 14, une casa e trabalho em uma casa na avenida, onde funciona uma vidraçaria na frente e moradia nos fundos. A chuva, conta ele, atrapalha os clientes, que se sujam na lama. A Rua Jerônimo Albuquerque, outra via que aguarda a conclusão do asfalto, é paralela à avenida, estreita e palco de trânsito intenso. O adolescente acredita que asfaltar a avenida por completo iria transferir parte do trânsito da Rua Jerônimo.

É o que também pensa a vendedora Cremilda Borges, 39, que lembra que a rua não tem estrutura para receber tantos carros e ônibus, que colocam em risco, lembra ela, as crianças que frequentam uma escola no local. Palco de muitos acidentes, na última semana uma idosa faleceu depois de ser atropelada por um Voyage na rua.

Na Rua Alberto da Veiga, a mesma ansiedade por asfalto toma conta dos moradores. O pedreiro Carlos Lopes, 56, assiste, há anos, as máquinas que realizam obras na região. O asfalto, relata, chegou até algumas rua. “Quando chove mais forte vira um rio. Carro sai atolando, mas sai”, diz.

Rua Alberto da Veiga, no bairro Nova Lima (Foto: Marina Pacheco)Rua Alberto da Veiga, no bairro Nova Lima (Foto: Marina Pacheco)

Obras – Em maio, parte das obras do Complexo José Tavares, que contempla, entre outros bairros, o Nova Lima, começou a ser executada pela Prefeitura. Equipes começaram a trabalhar na tubulação na Rua Major Giovani Francisco Nadalin, via de mais de 1,3 quilômetro, que começa na Residencial José Tavares, atravessa a Avenida Zulmira, passa pelo Residencial Oscar Salazar e termina no trecho final da Rua Marques de Herval, o Corredor da Nova Lima.

A previsão para concluir a obra é de um ano. Está prevista a implantação de quase 6 quilômetros de drenagem (5,8 km), 14 km de pavimentação de 45 ruas localizadas no perímetro acima da Avenida Gualter Barbosa, entre as ruas Marques de Herval (o Corredor do Nova Lima) e Venam Soares, no Vida Nova.

O corredor do Nova Lima será prolongado com mais 718 metros de pavimentação até a Rua Major Giovani Francisco Nadalin, que vai permitir uma nova opção de acesso a Avenida Cônsul Assaf Trad.

O complexo, no entanto, não contempla as vias citadas na reportagem. A assessoria de imprensa da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos) informou que no bairro Nova Lima, a Etapa A de outro complexo já concluiu a pavimentação que começa na Rua Zulmira Borba, passa pela Marquês de Herval e vai até a Jerônimo de Albuquerque.

A Etapa B, que vai contemplar a Avenida Cândido Garcia de Lima, ainda será licitada. Essa obra, informou a assessoria de imprensa, começa depois da Rua Zulmira Bora, no corredor do Nova Lima.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions