A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Junho de 2017

19/05/2017 12:16

Perto da população, Procon municipal irá atender em feiras nos bairros

Prefeitura assinou, nesta sexta-feira (19), o termo de cooperação técnica para a criação do Procon de Campo Grande.

Richelieu de Carlo
Valdir Custódio, subsecretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor. (Foto: Marina Pacheco)Valdir Custódio, subsecretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor. (Foto: Marina Pacheco)

Com a assinatura do termo para a implantação do Procon municipal em Campo Grande, a intenção do órgão é ficar mais próximo da população e ampliar os atendimentos nas feiras populares que ocorrem nos bairros da Capital no período noturno.

De acordo com o subsecretário de Proteção e Defesa do Consumidor, Valdir Custódio, que chefiará o Procon municipal, a medida visa dar uma alternativa para quem trabalha em horário comercial e tinha sua rotina prejudicada quando precisava fazer uma reclamação, geralmente no horário de almoço ou do expediente de trabalho.

“Queremos criar um calendário permanente de atendimento em bairros no circuito das feiras entre as 18h e 22h”, explicou Custódio, na manhã desta sexta-feira (19), durante a assinatura do termo que põe a gestão do Procon em Campo Grande sob responsabilidade da prefeitura.

O novo Procon será um braço do estadual, com finalidade de facilitar e modernizar o acesso dos consumidores campo-grandenses aos serviços oferecidos pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumir.

Além de facilitar e otimizar o atendimento não apenas na Capital, mas também em cidades próximas como Ribas do Rio Pardo, Jaraguari, Bandeirantes, Terenos, Rochedo e outros distritos em torno de Campo Grande.

A prefeitura tem o prazo de 180 dias para fazer as mudanças na gestão do órgão, com a seleção de servidores e do prédio onde funcionará a instituição. “Buscamos um convênio com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e devemos trabalhar junto ao judiciário especial de pequenas causas”, relata Custódio.

“A direção do Procon municipal terá muito trabalho pela frente e analisar os processos para deferir decisões justas tanto para os consumidores como também para os empresários. Além de atender as reclamações dos consumidores tanto da Capital, como também das cidades vizinhas”, declarou Marcelo Monteiro Salomão, superintendente do Procon-MS.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions