A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

14/08/2018 06:56

Pintor vai a júri por esfaquear homem que se negou ver foto em celular

Crime aconteceu em um bar do Rita Vieira III, em 2014; vítima foi atingida no peito e no punho esquerdo

Danielle Valentim

O pintor Edivaldo Ajala dos Santos, de 31 anos, vai a júri nesta terça-feira (14) pela tentativa de homicídio contra Ruy Carlos de Souza. O crime aconteceu no ano de 2014, em um bar do bairro Rita Vieira III depois que a vítima se negou a ver uma foto no celular do réu. A sessão ordinária acontece na 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Consta no processo que por volta das 21h30, do dia 15 de março de 2014, Edivaldo chegou no bar localizado na rua Dr. José Vilela Bastos mostrando aos presentes a foto de um homem morto, armazenada em seu aparelho celular. Ruy teria se recusado a olhar e Edivaldo começou a debochar da vítima. Uma discussão foi iniciada e com uma faca o pintor atingiu o peito e punho esquerdo da vítima.

Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), o acusado não teria gostado da atitude da vítima, que se recusou a ver uma imagem armazenada e, por isso, deve responder por tentativa de homicídio por motivo fútil com as implicações da Lei 8.072/90, de crimes hediondos.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions