A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/02/2012 11:49

Polícia está perto de achar autor de armação contra comandante da PM

Francisco Júnior e Wendell Reis
Comandante diz que está perto de encontrar autor de armação. (Foto: Marlon Ganassin)Comandante diz que está perto de encontrar autor de armação. (Foto: Marlon Ganassin)

O comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Carlos Alberto David dos Santos, disse que está perto de identificar o autor de uma armação para incriminá-lo, que envolveu uma carta na qual policiais militares presos ano passado por contrabando de cigarros tentam incriminar o comandante. "Vamos investigar até dar um basta. Tenho minha instituição comigo. Vamos dar um basta”, disse.

Na “Carta Aberta às Autoridades de Mato Grosso do Sul” é citado que Carlos Alberto David recebia dinheiro de contrabandistas de cigarros e também teria forjado promoções de oficiais. Na denúncia anônima são citados, ainda, nomes de outros oficiais do alto escalão da PM. “Estamos perto de descobrir quem fez. Vamos abrir procedimento contra quem fez e faço questão dizer contra quem foi instalado o procedimento”, afirmou.

O coronel relatou ainda que teve que mudar sua rotina após receber ameaças de morte de policiais envolvidos no bando que facilitava o contrabando de cigarros e outras mercadorias. “Deixei de fazer caminha, corrida”, disse relatando que medidas de segurança também foram estendidas família dele.

Máfia- A máfia do cigarro foi desmantelada em três operações realizadas ano passado. Na última, a Alvorada Voraz, foi preso Alcides Carlos Grejianim, conhecido como Polaco, apontado como o maior contrabandista de cigarros do Paraguai para o Brasil. Foram presos pelo menos 26 policiais militares que estariam recebendo dinheiro para facilitar a entrada de produtos contrabandeados - principalmente cigarros - no Brasil.

Além do envolvimento com o contrabando, o grupo é apontado como autor de ameaças de morte ao comandante-geral da PM e ao ex-comandante da Polícia Rodoviária Estadual, major Joilson Queiroz.



Tava na cara que o farsante ia se dar mal. O David é sério até demais e a gente sabia que ele não ia descansar enquanto não descobrisse o autor da façanha. Quem sabe não aparece um nome que os PMs já sabem desde o inicio. Dá-lhe David. Fuja I.........
 
Mário de Oliveira Martins em 16/02/2012 12:12:08
TUDO TEM INÍCIO, MEIO E FIM, ISSO NÃO ERA PARA ACONTECER, CREIO QUE FOI MAIS UMA INFANTILIDADE DOS ERRADOS, POIS O ERRADO É QUEM PERDE, E O MENOR, NÃO BRIGUE COM O GRANDE, RESPEITE OS, POIS HIERÁRQUIA E FORÇA, O GOVERNO É O COMANDANTE GERAL DA PM, NÃO VAIS PERDER PARA PEQUENO GRUPO, AGORA MEUS COMANDADOS, VÃO PAGAR A DESINTELIGÊNCIA, POIS A DE DEUS É MAIOR, DEUS NÃO AJUDA QUEM ESTÁ ERRADO.
 
PEDRO BRAGA em 15/02/2012 12:22:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions