A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

25/11/2011 18:27

Polaco, chefe de quadrilha de contrabandistas, é transferido de delegacia

Ana Paula Carvalho
Polaco é apontado como chefe da quadrilha. (Foto: Viviane Oliveira)Polaco é apontado como chefe da quadrilha. (Foto: Viviane Oliveira)

O Campo Grande News apurou que contrabandista Alcides Carlos Grejianin, o Polaco, ficou preso na 4ª Delegacia de Polícia desde o dia em que foi preso (23). Hoje ele foi transferido para outro local, que não foi divulgado.

Durante esse período, Polaco se alimentou normalmente e recebeu apenas visitas dos advogados.

Polaco é acusado de liderar um esquema criminoso de contrabando de cigarros e pagar propina para policiais militares e a um agente tributário estadual lotado em Brasilândia.

O grupo foi alvo da operação Alvorada Voraz, realizada ontem pelo Gaeco, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PM (Polícia Militar). As prisões são válidas por cinco dias, com possibilidade de prorrogação.

No depoimento ao Gaeco, na manhã de ontem, Polaco foi acompanhado por dois advogados, mas a defesa também não quis falar. Na saída, um deles entregou um medicamento para dor de cabeça a um dos filhos do contrabandista, que também foram presos.

Dos 17 mandados de prisão temporária, foram presos 11 civis e cinco policiais militares. Um dos PMs já estava detido no Presídio Militar de Campo Grande. Uma pessoa inda está foragida.

Durante a operação, foram apreendidos 12 veículos, 268 munições de vários calibres, um revólver calibre 38 de propriedade de um policial, um CPU, um notebook e cinco celulares.

A operação foi desencadeada nas cidades de Antonio João, Caracol, Jardim, Porto Murtinho, Campo Grande, Eldorado e Brasilândia, além de Brasília (DF) e Umuarama (PR). A ação reuniu 200 profissionais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions