A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/01/2014 12:44

Polícia Civil fará retrato falado de autor de assassinato na Vila Progresso

Graziela Rezende
Veículo foi encontrado com muitas manchas de sangue. Foto: Cleber GellioVeículo foi encontrado com muitas manchas de sangue. Foto: Cleber Gellio

A Polícia Civil fará o retrato falado do suspeito de assassinar Valdecir Minatelle, 41 anos, na Vila Progresso, em Campo Grande. Segundo o delegado Tiago Macedo, responsável pelas investigações, uma testemunha ocular repassou “características relevantes” e também indícios de que não se trata de um crime de homicídio, mas sim de latrocínio (roubo seguido de morte).

“Nós ouvimos essa testemunha ocular, além de outros travestis que trabalham ali próximo, familiares e amigos da vítima, que totalizaram 10 pessoas. Ao mesmo tempo, temos um banco de dados e estamos investigando suspeitos que podem ter ligação com outros crimes ocorridos na cidade”, afirma ao Campo Grande News o delegado.

Desde o dia do fato, investigadores ainda colheram imagens de circuito interno que mostram o exato momento de um dos tiros. “A câmera mostra o momento em que a vítima leva o tiro, entra no carro e se choca com a árvore”, explica o delegado.

Crime – Valdecir foi alvejado com ao menos três tiros, por volta das 22h30 do dia 4 de janeiro. O corpo foi encontrado na rua Estevão Capriata, conhecido por ser um ponto de prostituição. Ele conduzia um veículo JAC J3.

Quando houve o acidente, os bombeiros foram acionados, mas ao chegarem ao local, a vítima já estava morta. As portas do veículo estavam abertas e no local havia muito sangue.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions