A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/04/2011 12:20

Polícia encerra inquérito sobre PM preso acusado de assalto

Da Redação

O inquérito que investiga o envolvimento do policial militar Rodrigo Rocha Belini, preso no mês de março acusado de praticar assaltos em Campo Grande, foi concluído. A informação é do delegado Fábio Peró, da Derf (Delegacia de Roubos e Furtos) que deverá ser ouvido pelo MPE (Ministério Público Estadual) depois de ter afirmado à imprensa que o acusado estava com regalias dentro da unidade prisional militar, em Campo Grande. O inquérito policial foi encerrado no último dia 06.

O delegado responsável pelo caso agora será ouvido pelo Ministério Público, pois teria afirmado que o soldado Belini circulava livremente pelo presídio onde também tinha acesso a internet e telefone. A informação foi repassada ao delegado pelo próprio preso que disse ter assistido pela internet às imagens em que aparece assaltando um supermercado no bairro Anahy, ainda usando a calça da farda, cuturno e camiseta da corporação.

A afirmação do delegado foi rebatida pelo diretor do presídio, tenente coronel Francisco de Assis Ovelar, que disse haver privilégios dentro da unidade.

Belini foi reconhecido por vítimas de assaltos praticados pela região do bairro Caiçara e pelo gerente de uma casa noturna da capital onde ele teria se apresentado como policial militar, tentou extorquir dinheiro e acabou anunciando o assalto levando, inclusive, dinheiro e celulares de clientes.

Na ocasião, outra pessoa acompanhava Belini. Ele chegou a ser preso mas acabou liberado depois de colaborar com as investigações. Conforme informações da Polícia Civil ele não tinha passagem pela polícia, tem emprego fixo e estava afastado depois de quebrar o braço em uma confusão na qual se envolveu por causa do “amigo” PM.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions