A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/04/2012 21:08

Polícia encontra criança de 3 anos em boca de fumo, no bairro Amambaí

Mariana Lopes

No cortiço, quatro foram detidos com pipas de pasta base. O pai da criança disse que fumava há três dias.

O menino foi levado pelo Conselho Tutelar a um abrigo até conseguir contato com os avós (Foto: Pedro Peralta)O menino foi levado pelo Conselho Tutelar a um abrigo até conseguir contato com os avós (Foto: Pedro Peralta)

Ao estourar uma boca de fumo no final da tarde desta quarta-feira (25), policiais civis encontraram um menino de três anos, que estava junto com o pai enquanto ele consumia pasta base. Os quatro rapazes detidos pela polícia estavam em quartos de um cortiço na rua dos Barbosas, no bairro Amambai, em Campo Grande, onde alugavam para consumir e comercializar a droga.

No momento em que a polícia entrou no local, Waldnei Gamarra da Silva, 21 anos, estava no chão do quarto embalando a droga e a criança em cima da cama. Adailton Barros das Neves, 20 anos, pai do garoto, consumia pasta-base no quarto ao lado, onde Flávio Augusto Corrêa da Costa, 34 anos, é locatário há nove meses.

Segundo Waldnei, ele e Adailton estavam fumando há três dias sem parar e sem dormir. Porém, ele contou que quando a criança chegou, eles pararam e começaram apenas a embalar o entorpecente. Os dois negam a comercialização de droga e afirmam que são apenas usuários.

Quatro foram detidos com pasta-base em quarto de cortiço (Foto: Pedro Peralta)Quatro foram detidos com pasta-base em quarto de cortiço (Foto: Pedro Peralta)

Já Flávio, apesar de admitir que também seja usuário há sete anos, nega envolvimento neste caso. Ele disse à polícia que abriu a porta para Adailton porque ele havia batido lá para pedir água.

No quarto em frente onde estavam Waldnei e a criança, a polícia pegou Davi Everson de Oliveira Torres, 23 anos, com a namorada, de 22 anos, também consumindo drogas.

Adailton disse que o filho mora com os pais dele, que haviam deixado o garoto no local na tarde hoje. “A gente parou de fumar quando o garoto chegou, não fumamos na frente dele”, conta Waldnei, que mal conseguia falar por causa dos efeitos da droga.

A ficha criminal dos quatro rapazes é bem extensa, com passagens que vão de tráfico de drogas, furto, porte de arma, desacato, vandalismo. Eles foram encaminhados à delegacia.

A criança foi levada pelo Conselho Tutelar Centro, que tentará contato com os avós. Enquanto isso, o garoto será encaminhado a um abrigo de Campo Grande.

No chão do quarto onde os policiais encontraram Waldnei coma criança (Foto: Pedro Peralta)No chão do quarto onde os policiais encontraram Waldnei coma criança (Foto: Pedro Peralta)
Corredor do cortiço, que dá acesso aos quartos onde os policiais encontraram os rapazes com a droga (Foto: Pedro Peralta)Corredor do cortiço, que dá acesso aos quartos onde os policiais encontraram os rapazes com a droga (Foto: Pedro Peralta)
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Por ser um bairro central há falta de uma liderança comunitária, talvez por isso, o descaso. Mas com certeza se for feito algo agora, quem sabe nossas crianças possam voltar a brincar na frente de suas casas,sem medo.
 
Jorge Francisco dos Santos em 27/04/2012 08:59:47
olha ... primeiramente a prefeitura tinha que ir nesse local e verificar a questão dos impostos ... pelo amor de deus morar nessas condições é quase desumanas ... um bairro como o bairro amambai não merece um imovel desses ... só desvaloriza o nosso bairro ... e o policiamento do nosso bairro não existe ... a praças das araras é o reduto de viciados e vagabundos duranto o dia todo ...
 
carlos casagrande em 26/04/2012 08:56:52
moro no bairro ... perto do sesc ... a praça das araras é comercio aberto de drogas ... todos os dias tem gente consumindo ali ... as luzes da praça ficam apagadas ... na rua joão rosa pires uns 50 metros antes do cartório em um curtiço também, tem um povo que consomem drogas, existe crianças ali, bem que a policia podia fazer uma batida ali ...
 
carlos casagrande em 26/04/2012 08:40:09
Essa região do Bairro Amambaí, tornou-se um perigo, porque depois do fechamento da
velha rodoviária, os marginais mudaram para a rua dos Barbosas, onde invadem casas,
vendem e usam drogas e cometem roubos e furtos nas casa da região.
Infelizmente, só a polícia não vê!
 
Hilda França em 26/04/2012 03:21:35
trabalho neste bairro inclusive nesta região e é triste saber que droga acompanhada de roubos tem tomado conta.é quase impossivel achar alguem que nao reclame de ondas de furtos e drogados
 
katiana osmar novaes em 25/04/2012 10:17:15
Eu passava em frente ao local, todo dia cedo, já antes das 5:30h da manhã e sempre ví os movimentos estranhos de rapazes entrando e saindo do local e, até saindo do local e indo até a esquina entregar "açúcar", como ouvi o rapaz dizer q era. 5:20h da manhã entregando açúcar? misericórdia
 
Márcio Patrocinio em 25/04/2012 09:27:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions