A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/11/2013 18:12

Polícia muda rumo das investigações após "sequestrador" prestar depoimento

Graziela Rezende

O depoimento de Carlos dos Santos, 25 anos, o “dedinho”, mudou o rumo das investigações da Polícia Civil, com relação ao bebê sequestrado há 10 dias, no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande. O suspeito se apresentou ontem (25) na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente).

“As informações repassadas por ele apontam o envolvimento de mais pessoas. Agora estamos checando e acredito que até quinta feira os suspeitos todos serão identificados, além da esposa de Carlos e o pai da criança, que já estão presos. O teor do que foi falado, no entanto, não podemos divulgar para não atrapalhar nas investigações", diz o delegado Paulo Sérgio Laureto.

Dias antes, a manicure Renata Silva de Jesus, 33 anos, comentou sobre a participação de bolivianos no crime. “É um fato novo que precisamos checar e por isso o sigilo. E assim como já havia dito, ao final das investigações vamos encaminhar o inquérito para a Polícia Federal dar andamento ao possível tráfico de drogas em troca de crianças”, finaliza o delegado.

O bebê foi devolvido à mãe três dias após o sequestro. Os pais, irmãos e sobrinhos de Carlos e Renata conheceram a criança, que inclusive teriam presenteado a recém-nascida, conforme Santos. O suspeito ainda confessou participação no crime, alegando ter sido “induzido” pela mulher.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions