ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Polícia pede prisão preventiva de mulher que matou cunhado no Taquaral Bosque

Gabriela Tejas fugiu com a faca utilizada no crime e é procurada pela polícia

Por Dayene Paz | 27/05/2024 07:11
Gabriela com a irmã em foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)
Gabriela com a irmã em foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva de Gabriela Tejas da Silva, de 19 anos, suspeita de matar o cunhado, Pedro Henrique de Souza, de 18 anos, após ele agredir a esposa - irmã de Gabriela. O crime aconteceu na madrugada deste domingo (26), no Bairro Taquaral Bosque, em Campo Grande. A polícia aguarda decisão da justiça sobre o pedido de prisão.

Durante a madrugada, Pedro, a esposa, e a irmã dela, Gabriela, estavam na residência onde o casal morava, na Rua Clark, onde consumiam bebidas alcoólicas. Após determinado tempo, ainda na madrugada, os três seguiam andando pela região e acessaram o corredor do imóvel de um amigo, quando o casal começou a discutir e houve agressão física.

"Solta minha irmã", disse Gabriela antes de desferir uma facada no abdome de Pedro. Ele ainda andou por poucos metros e caiu na rua, onde não resistiu e morreu. Gabriela fugiu e a faca utilizada no crime também não foi encontrada. Ela já tem passagens na polícia por desacato, ameaça e porte de droga.

Ainda na madrugada, a casa onde Pedro morava com a esposa, na Rua Clark, foi incendiada. A motivação é desconhecida.

Passado - Pedro Henrique de Souza, de 18 anos, era filho de Rodrigo da Silva Raimundo, 39, que foi morto em troca de tiros com a Polícia Militar, em novembro do ano passado. Raimundo acumulava extensa ficha criminal e, na lista das 72 ocorrências, constavam ameaça, violência doméstica, lesão corporal, resistência, roubo, dano, desacato e maus-tratos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias