A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/01/2012 20:01

Polícia prende acusado de matar homem com 10 facadas no Jardim Aeroporto

Viviane Oliveira
Marcos foi preso na manhã de hoje no Jardim Aeroporto. (Foto: João Garrigó)Marcos foi preso na manhã de hoje no Jardim Aeroporto. (Foto: João Garrigó)
O cabo da arma e o estilingue estão apreendidos. (Foto: João Garrigó)O cabo da arma e o estilingue estão apreendidos. (Foto: João Garrigó)

Marcos Antônio dos Santos Rodrigues, 36 anos, foi preso na manhã de hoje (4) acusado de matar com 10 facadas Walcilei da Silva Cabalheiro, 35 anos, na madrugada da última terça-feira (3), na rua Wanderlei Pavão no Jardim Aeroporto, em Campo Grande.

De acordo com o delegado da 7ª Delegacia de Polícia, Natanael Costa Balduino, Marcos disse que a esposa dele, uma adolescente de 16 anos, que havia matado a vítima. Depois acabou confessando o crime para a Polícia.

Ele contou que ficou nervoso porque a vítima estava atirando pedras com estilingue na direção de sua casa. Segundo Marcos, uma das pedras quase acertou a filha do casal, uma criança de 5 meses.

Marcos afirma que só matou a vítima porque ele disse que buscaria uma arma para matá-lo. Com raiva, ele pegou uma faca de cozinha e desferiu dez facadas contra Walcilei. O cabo da arma e o estilingue foram encontrados no local do crime. A lâmina pode ter ficado no corpo da vítima.

Conforme o delegado, Marcos foi indiciado por homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar, qualificado por motivo fútil. Ele não tem passagem pela Polícia. Se for provada a participação da adolescente, ela será encaminhada para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à infância e Juventude).

O Crime - Walcilei foi assassinado na madrugada da última terça-feira no Jardim Aeroporto, em Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, Walcilei foi morto com dez golpes de faca. O corpo da vítima estava muito ensanguentado e foi encontrado por uma pessoa que passava pelo local, rua Wanderlei Pavão, por volta das 3h30.

A vítima ligou para a Polícia para avisar sobre o crime, mas não conseguia falar nada durante a ligação, de acordo com a Polícia Civil. No celular do homem, havia registro de chamada feita para o 190 à meia-noite, exatamente o horário em que a Polícia recebeu a ligação não identificada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions