A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/03/2011 19:19

Polícia prende integrante de “facção mirim” suspeito de três mortes

Aline Queiroz e Viviane Oliveira

Adolescente se envolveu também em briga de gangue que matou menina com bala perdida

Adolescente conta calmamente os crimes que cometeu. (Foto: João Garrigó)Adolescente conta calmamente os crimes que cometeu. (Foto: João Garrigó)

Integrante do PCP (Partido da Comunidade do Panamá), um adolescente de 17 anos está apreendido e confessou ter praticado três homicídios, além de cinco tentativas. A Polícia também aponta envolvimento do garoto no tiroteio que terminou com a morte de Vanessa Leite Arqueley, 14 anos. A menina estava em uma pizzaria na Vila Santa Carmélia, em Campo Grande, quando integrantes de gangues trocaram tiros e ela acabou atingida por uma bala perdida.

Este crime foi em outubro de 2007 e, de lá para cá, a ficha criminal do infrator só aumenta. Ele já esteve em duas “temporadas” na Unei (Unidade Educacional de Internação), não se arrepende dos crimes e nem tem medo da morte.

“Me arrepender para que? Todas as pessoas que eu matei eram vagabundas e mereciam morrer”, disse esta tarde o garoto, que está apreendido na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

Ele nega que tenha efetuado o disparo que resultou na morte de Vanessa. Na versão dele, os amigos da gangue que integra trocaram tiros com rivais e uma bala atingiu Vanessa.

A delegada explica que ele foi responsabilizado pelo crime porque teve participação indireta.

Fútil - A delegada titular da Deaij, Maria de Lourdes Cano, explica que todos os crimes que o adolescente admite ter praticado foram por motivos fúteis.

Um pedreiro foi assassinado a tiros porque “mexeu” com a namorada do adolescente quando o casal passava em uma obra. No entanto, ele afirma que não tinha a intenção de matar, mas sim, dar um tiro nas nádegas.

Em 29 de dezembro do ano passado ele matou Fabiano Ozório Pereira, 24 anos, o “Lambari”. O crime ocorreu no Bairro Manoel Taveira.

Crime recente - Desta vez, o adolescente foi apreendido porque matou Cléber de Oliveira Teles, 26 anos, na saída do Clube Ypê, no Bairro Coronel Antonino, na madrugada de 13 de março. O adolescente foi capturado em casa, no Bairro Santa Carmélia, ontem.

Ele conta que o alvo era um amigo da vítima e, como ele não foi encontrado, Cléber acabou assassinado.

Depois da morte, o verdadeiro alvo recebeu ameaças pela página de relacionamentos Orkut. O garoto revela que apenas espera ganhar a liberdade para matar o rival.

A apreensão do adolescente não agradou ao pai, o pintor de 55 anos que terá o nome preservado para que o infrator não seja identificado.

“Unei é a escola da malandragem. Quem vai para lá volta pior ainda”, diz. Ele garante que o filho é bom e tem apenas um problema: não gosta de estudar.

O pai do garoto justifica as ações do filho, que também é apontado como autor de cinco tentativas de homicídio, uma delas, que deixou um rapaz paraplégico. “Ele (uma das vítimas) entrou em casa e quebrou tudo”, pondera.

Dificuldade – A delegada enfatiza a dificuldade que a equipe de investigação teve para esclarecer todos os crimes. “Ele estava apreendido por um crime”, completa.

Segundo Maria de Lourdes, o garoto foi identificado pelo modo de agir. “Pela frieza a equipe percebeu que não era o único homicídio e tem roubo também”, destaca.

Outro passo foi localizar as testemunhas, que nem sempre querem falar. O adolescente deve ser levado ainda hoje à Unei.

Jovem é morto com 2 tiros na frente de clube durante madrugada na Capital
Identidade da vítima ainda não foi confirmadaUm jovem que ainda não teve a identidade confirmada foi morto com pelo menos dois tiros no final da mad...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


A coitadinho,... colete de policia...isso é aumentar auto estima desses vagabundos. Isso é falta do que fazer. Põe essa turminha para carpinar as ruas da cidade, garanto que vão se sentir bem melhores, mais úteis à sociedade. Mais antes, 100 chibatadas, só para tomarem vergonha na cara.
 
Marcelo Max em 25/03/2011 12:13:55
e isso ai reporteres bota as noticias de interresse da sociedade parabens,esse vgabundo q aparece na midia do banditismo tem q pegar pena perpetua nada de adolecencia um baita homen va botar esse cidadao dentro dum presidio de seguraça maxima chega de ver esses jovens ficando em casa de recuperaçao isso esta comprovado q nada se resolve nao da pra entender esconde o rosto do bandito tinha q estar nos postes pra mostrar a cara desse imbecil vamos senhores politicos fazer alguma coisa.est na hora.
 
walter machado em 25/03/2011 03:14:37
Esse rapaz mora na rua Pimenteira na rua de baixo da minha casa no Coophatrabalho, sempre arruma confusão e o pai dele é cumprice dele inclusive guardando moto roubada. É claro que o pai quer o filho fora da cadeia as vezes é ate mesmo o filho que banca os pais com o "trabalho" dele. Infelizmente Isso só vai ser resolvido com os fins dos dias desse rapaz na terra haja vista que ele ja prometeu matar outro rapaz quando ele for solto, ou seja, em breve.
 
Adolfo Fabricio em 25/03/2011 03:00:45
Bandido não tem idade. Quando que as autoridades e politicos verão que proteger bandido, não importa a idade?, é dar impunidade, carater ruim não tem lei para mudar seu dna. Estão matando só pessoas pobres e sem infuência, quando chegam a matar pessos poderosas e influentes, daí a midia pega em cima do noticiário e a policia resolve em pouco tempo o caso.
O que adianta solucionar o caso com esses "guris" se daqui a pouco estarão matando e roubando de novo. E a familia da menina morta com a bala perdida, cadê os direitos humanos e a lei para menores para protege-la?
Esqueci, ela era pobre e seminfluência. Dois pesos e duas medidas o sistema para esse povo.
 
Kamél El Kadri em 24/03/2011 09:28:56
E viva o ECA! É ele que faz com que pessoas decentes e honestas trabalhem para sustentar esses bandidos profissionais, "menores de idade"!....
 
Beatricy Bento em 24/03/2011 09:00:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions