A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/10/2011 10:11

Polícia prende outros dois envolvidos em assalto que terminou em morte de casal por PM

Vinícius Squinelo e Paula Vitorino
Albert e Fagner confessaram participação no roubo e alegaram estar “sem dinheiro” (foto: João Garrigó)Albert e Fagner confessaram participação no roubo e alegaram estar “sem dinheiro” (foto: João Garrigó)

Albert Cavalheiro da Silva, 19 anos, e Fagner da Costa Alves, 25 anos, foram presos último sábado e apresentados hoje pela polícia como mais dois envolvidos do assalto que resultou na morte de um casal por um policial militar, último dia 26 de Setembro.

De acordo com a polícia, Celso Abdias da Cunha Santos, 33 anos, que tinha seis mandados de prisão em aberto, e Katiuscia dos Santos, 22 anos, foragida do regime semiaberto, foram mortos em uma tentativa de assalto na Vila Carolina (divisa com o bairro Giocondo Orsi), em Campo Grande. No dia do assalto, Albert e Fagner haviam conseguido fugir.

Presos, os dois confessaram que participaram do roubo. Fagner disse que os quatro estavam bebendo em um bar quando ficaram sem dinheiro, e resolveram “dar uma volta de carro pela cidade”. O grupo então avistou quatro pessoas dentro de um veículo, e decidiram que eram as vítimas ideais.

Armados, os criminosos chegaram a render três pessoas que estavam conversando dentro de um carro, na rua. Eles fizeram uma adolescente de 13 anos chamar a dona da casa, pois queriam levar também os carros que estavam na residência.

Todos foram obrigados a deitar no chão, inclusive o policial. Quando estavam deitados, o PM conseguiu reagir e atirar. A assaltante foi morta dentro de casa. Outro caiu morto na rua. Os outros dois conseguiram fugir, sendo presos no último sábado.

A assaltante morreu dentro da residência, já o companheiro foi atingido na rua (foto: Marta Ferreira)A assaltante morreu dentro da residência, já o companheiro foi atingido na rua (foto: Marta Ferreira)

Albert e Fagner foram encontrados em duas residências diferentes no bairro Tarsila do Amaral. Nenhum deles possuía passagens policiais.

Fagner afirmou que participou do roubo porque estaria “desempregado e sem dinheiro”. Já Albert, casado e pai de três filhos, somente pediu desculpas para família. Fagner ainda comentou que ficou sabendo da morte do casal já no dia posterior ao assalto.

Os dois estão presos da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos). Segundo o delegado Fabiano Nagata, os assaltantes roubaram apenas um notebook, que abandonaram na rua. Ainda segundo ele, a Justiça vai determinar o presídio que eles serão encaminhados, e o inquérito está praticamente concluído.

O nome do policial não foi divulgado pela Polícia Militar. O boletim de ocorrência foi colocado sobre sigilo. Segundo Nagata, a situação dele vai ser decidida também pela Justiça, e ele será julgado provavelmente por legítima defesa.



2 vagabundos a menos. Pena que os outros dois ainda estão aparecendo vivos nas fotos. Arquive-se o BO contra o policial e deem a ele promoção. O justo pros justos.
 
Daniel F. da Silva em 04/10/2011 12:51:27
É revoltante ler que a justiça ira "resolver a situacao do policial" e um absurdo dizer q ele sera julgado por legitima defesa, ele nao matou inocentes, gracas a Deus ele eliminou 2 bandidos. A justica brasileira é uma vergonha mundial,esse policial deveria ser condecorado pelo Estado por sua coragem e ter um aumento salarial pelo excelente trabalho prestado. Parabens e pena q ele nao matou os 4.
 
luci santos em 04/10/2011 10:17:25
Mais dois bandidos fora das ruas,quando nossa policia quer ela vai fundo lugar de bandido realmente é na cadeia parabéns a nossa policia....
 
Ana S.R.martins... em 04/10/2011 09:18:40
DIGNO DE PROMOÇÃO ESTE BRAVO MILITAR.......

CEL. DAVI........PRESTA ATENÇÃO!!!!!!

PROMOÇÃO POR ATO DE BRAVURA!!!!!!

PROMOVER SERÁ NO MÍNIMO RECONHECER O BOM TRABALHO DESTE DIGNO POLICIAL QUE HONRA A FARDA....
 
GILMAR CANDIDO em 04/10/2011 08:54:55
Parabéns Sr. PM....td policial deveria ter a mesma atitude..Imaginou que lindo seria nosso mundo se a cada tentativas de assalto morressem metade dos meliantes..Nossa!!!Considerando o número diário de assaltos teriamos uma redução de 50% dos bandidos td dia;...A outra metade com ctz iria temer a própria vida( ja que a dos outros não vale nada para eles) e procurar no mínimo mudar de atividade.
 
Terezinha Moranti Sena em 04/10/2011 08:14:55
Eta policial porreta,gostei! menos dois pra incomodar, e os outros dois devem aprender a parar de beber se não tem dinheiro.e muito menos ir roubar o dos outros,ainda esta em tempo de parar,ou os proximos serão vcs dois, sem dinheiro um dia,sempre tem alguem, mas daí vai roubar os dos outros?
 
Deuzannir de Oliveira em 04/10/2011 04:34:36
Parabéns ao policial. Menos duas imundícies para nos preocupar.
 
PAULO FORTES em 04/10/2011 02:27:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions