A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/02/2014 15:27

Policial de férias evitou tragédia em bar onde mulher foi apunhalada

Bruno Chaves

Um policial militar à paisana, que lanchava próximo a Conveniência Fest & Cia, na Avenida Coronel Antonino, em Campo Grande, evitou que a briga entre sete pessoas, ocorrida na madrugada de ontem (9) e que terminou com uma mulher de 24 anos com um punhal cravado nas costas, virasse uma tragédia com várias vítimas esfaqueadas.

Gustavo Leite Serafim, 30 anos, contou ao Campo Grande News que comia em um trailer de lanches que fica quase em frente a conveniência quando percebeu uma briga generalizada, onde cerca de 15 pessoas, entre homens e mulheres, se agrediam. “Fiquei analisando de longe, por ser policial e curioso”, disse.

O fato ocorreu por volta das 3h da madrugada, contou. Em determinado momento, os ânimos se acalmaram e um grupo saiu em um veículo Fiat Elba de cor azul. Passado alguns instantes, o mesmo carro voltou quando o motorista saiu do carro com uma “faca de açougue” e a mulher dele com um punhal menor.

“Na hora não percebi que a mulher estava armada. Só vi o homem com a faca que aparentava ser de açougue. Esse homem saiu correndo em direção a dois rapazes e eu fui atrás dele. A primeira vítima foi atacada e teve alguns arranhões e a segunda vítima não foi atacada porque o agressor caiu”, explicou a situação.

Nesse momento, uma segunda briga com três mulheres ocorria em frente à conveniência. Depois de se levantar, o agressor voltou ao comércio de bebidas e foi com a faca em direção as mulheres. “Nesse momento, derrubei ele, desarmei ele e dei voz de prisão porque ele ia para matar. Depois disso, percebi que uma das três mulheres estava com o punhal nas costas”, contou.

Gustavo ainda contou que algemou os dois agressores, o homem e a mulher, no chão até a polícia chegar. “Estou de férias, mas tive que agir. Fiz a preservação do local. Não deixei ninguém encostar na vítima, para não aumentar a hemorragia e acionei o Corpo de Bombeiros, que encaminhou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao local”, disse.

Envolvidos – Por causa da confusão e da vítima de esfaqueamento, três pessoas foram presas acusadas de tentativa de homicídio. A vítima foi Laura Alves Farias, 24.

O homem que estava com uma “faca de açougue” era Clenilson Faustino Penavis, 36. Antes de se dirigir ao grupo de mulheres, ele correu atrás do amigo de Laura coma intenção de matá-lo.

Claudilene Amorim, 27, conhecida como “Udi” também foi presa acusada de esfaquear Laura. A última pessoa detida foi Josiane de Amorim Rodrigues, 25, que participou da agressão à vítima.

Josiane foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro saber informações dos amigos Clenilson e Claudilene e acabou sendo presa, pois foi reconhecida por testemunhas.

Mulher tem punhal fincado nas costas e três acabam presos em conveniência
Após uma briga entre sete pessoas na conveniência Fest & Cia, localizada na Avenida Coronel Antonino, região norte da Capital, três pessoas foram pre...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...
Mau atendimento e buracos em pista atrapalham alunos em prova do Detran
O mau atendimento prestado por alguns dos examinadores e buracos presentes na pista de provas do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato...


Sr Maximiliano Rodrigo, eu gostaria de ver o senhor numa audiência judicial, no momento em que o magistrado estiver exercendo a função a qual tem como dever, rir na cara dele.
Por gentileza, a todos aqueles que criticam a Polícia, e que discordam da ação enérgica da mesma, que não é um "invencionismo", e sim previsão em lei, aguardem as próximas eleições e votem nos candidatos que tenham como projeto de governo, ACABAR, EXTINGUIR A POLÍCIA, E PRONTO, TUDO RESOLVIDO, PONTO FINAL.
 
JOSÉ SILVA BINNO em 14/02/2014 11:42:45
Espero que esse policial não dê ouvidos a alguns comentários idiotas que tem aqui e continue agindo dessa forma sempre que necessário e que outros policias sigam seu exemplo quem sabe assim diminue um pouca a violencia de nossa capital. Parabéns ao policial.
 
Ines Hunhoff em 13/02/2014 08:34:53
Policial de férias! Está contido no estatuto do servidor público e é um direito seu, portanto um dever moral gozá-las, vá sim a Bonito curtir ou sozinho ou com sua família, qualquer profissional merece isso. Ninguém é insubstituível. Mas pelo que sei, policial é sempre policial assim como médico é sempre médico e vc não pode ser omisso mesmo estando de férias, azar o seu ninguém mandou vc fazer aquele famigerado juramento servir e proteger!
 
jose fernandes em 11/02/2014 11:52:56
Concordo plenamente com o sr. José Fernandes.
 
Nilson André dos Santos em 11/02/2014 11:03:35
Sr. Paulo Bonsini, qual seria sua atitude se fosse a Sra sua mamaezinha que estivesse levando as referidas apunhaladas nas costas. Outra coisa, esse policial militar, estando sim ou não fazendo o referido "bico", ele agiu de acordo com o que lhe foi doutrinado na defesa do cidadão até mesmo com o risco da própria vida. Vai você Paulo Bonsini desarmar um cidadão com faca. Você joga no time contrario da segurança publica com certeza.
 
Aparecido Vieira em 11/02/2014 08:31:10
Parabéns Carlos Eduardo, pelo comentário falou tudo ...
 
junior araujo em 11/02/2014 08:11:36
Sr Antonio Graco fico feliz por ainda existirem pessoas como você que defendem tanto a pm, ou seja, pau mandado, você deve ser alguém muito importante na policia, se não for soldado deve ser quase cabo.... Só um detalhe, o CGNEWS é democrático e permite que cada um exponha suas idéias "sem discriminação é claro" então, deixe as pessoas comentarem o que quiser, não banca o sabe tudo não, isso é ridículo.
 
Gerson Palermo em 11/02/2014 08:03:23
Qual o problema do policial fazer bico? Qual direito individual ele fere? Não é justo de forma honesta e útil aumentar seus rendimentos e dar mais conforto a sua familia? Se não querem que policiais façam bico falem com o Governador para que dê o piso da PM de Brasilia (7.000), que, aliás, está em operação tartaruga por melhoria, até porque o STJ já disse que isto não é desvio funcional, já que na sua folga o policial faz o que quer desde que dentro da lei, como todo ser humano.
 
Reginaldo Salomao em 11/02/2014 07:58:41
Não entendo porque, anjo da guarda! não vejo heroísmo! vejo um profissional treinado pra isso e que é pago pelos cidadãos, a fim de que defenda a sociedade, inclusive dela mesma se for o caso, foi pra isso que ele prestou concurso, é pra isso que é pago, fez o que foi preciso de maneira correta da forma que foi treinado mais nada.
 
José Fernandes em 11/02/2014 07:55:29
Engraçado 3hs da manhã e querem falar de segurança, um policial que trabalhou e é criticado. Que pais é esse!!!
 
Cleyton Neves em 10/02/2014 23:58:30
É seu "Paulo Bonsini" eu sou Policial militar e estou de Férias e espero que você não precise da Policia Militar ou de nenhum policial de ferias Porque EU VOU PRA BONITO CURTIR>>>>> fique você aqui com sua opinião.....
 
Jose Joaquim em 10/02/2014 18:55:50
essa pessoa que pede corregedoria pra este policial nunca precisou da policia quando ele estiver numa situação desta e não tiver ninguem para ajuda-lo quero estar aqui pra ler suas lamentações. ja estive na pele deste policial varias vezes e o parabenizo.
 
Almir Gonçalves em 10/02/2014 18:20:14
No comentário do Sr. Paulo Bonsini quando o mesmo diz que o Policial estava no local fazendo "bico", aparenta ser conhecedor de situações análogas, tendo então o dever de comparecer na corregedoria da Polícia e denunciar o fato às autoridades competentes, caso não tenha conhecimento de tais fatos, resta pensar que o Senhor Paulo está sendo oportunista e leviano ao alegar que o Policial, que fez um ótimo trabalho, estava fazendo "bico".
 
Ronald de Souza em 10/02/2014 18:19:23
Paulo Bonsini: Fazendo bico em decorrência do mísero salário que recebe. Infelizmente eles procuram outra fonte de renda para auxiliar no sustento familiar. Não é o ideal, mas eu te pergunto: a culpa é dele? não, não é. A culpa, seu Bonsini, é do representante do povo que o Sr. ajudou a escolher, e que não faz o mínimo de política voltada para 3 áreas sensíveis: segurança pública, educação e saúde. Resultado: um Brasil que caminha para o abismo, com instituições enfraquecidas e um povo omisso e leigo nas mãos de políticos corruptos.
 
Carlos Eduardo em 10/02/2014 17:52:54
Engraçado, se a polícia age em defesa ele esta errado, se ele age em ataque esta errado, as pessoas não sabem realmente o que querem. Parabéns para o policial que soube agir no momento correto e prender esses "selvagens", e se ele estava fazendo bico ou não, para mim não importa, o que realmente importa é que ele conseguiu salvar vidas.
 
Patricia Danielle em 10/02/2014 17:47:23
Tá cheio de mãe Diná aqui, Maximiliano Rodrigo com sua bola de cristal identificou de longe que o motociclista vinha de uma pelada, já o Paulo Bosini garante que o policial em questão estava fazendo "bico". O país está onde está por causa de gente como vocês, que se preocupam mais em criticar quem faz alguma coisa contra o crime do que revoltar-se contra o crime em si. Estão fazendo justamente o jogo "deles". Vocês estão perdendo tempo...poderiam ficar ricos adivinhando os números da mega sena por exemplo.
 
Antonio Conceição em 10/02/2014 17:45:42
O cidadão enche a cara de cachaça e fica valentão. O cidadão toma todas e saí dirigindo. O cidadão bebe além da conta e agredi a mulher e filhos. O cidadão usa crack, maconha, cocaína, etc., perde a noção da realidade. O cidadão não respeita a sinalização de trânsito. O cidadão permite que filhos, ainda crianças, assistam filmes de violência. O cidadão não consegue aguardar numa fila. O cidadão não tem interesse em estudar, mas quer ganhar bem. O cidadão se corrompe por insignificância. O cidadão curte os noticiários de violência urbana. O cidadão não ama a sim próprio, e quem dirá o próximo. O cidadão só o seu que está certo. O cidadão constrói uma sociedade violenta, injusta, sem respeito, e acha, que é a SEGURANÇA PÚBLICA que tem a obrigação "educacional" de separar o joio e o trigo.
 
Alexandre Moraes em 10/02/2014 17:39:53
parabens ao policial . muito carater
 
antonio silva em 10/02/2014 17:39:02
O Sr. maximiliano rodrigo antonio nahas E Paulo Bonsini, se esse for seus nomes reais E se não forem a mesma pessoa eu sugiro que o(s) senhor(es) evitem esses comentários sem fundamento. É realmente bico? E se for? não é segurança? Não ia ser bom se acontecesse alguma coisa com o senhor e um policial no BICO o ajuda-se? Ou então me explica como deve ser a abordagem? Suspeitos são pelas vestes? Sua IGNORÂNCIA na área policial é compreensível, nunca deve ter precisado dum serviço policial. Ou ao invés de IGNORÂNCIA pode ser uma frustração. É provável.
 
Antonio Graco em 10/02/2014 17:37:13
O que ninguém sabe é que esses "anjos de plantão" são policiais fazendo "bico", o que é proibido. Podem notar, sempre aparece um que estava ou de folga ou de férias.....Corregedoria já.....e esses estabelecimentos tem que se adequar as leis do município e contratar segurança privada.....cadê a fiscalização??????
 
Paulo Bonsini em 10/02/2014 17:16:53
Parabens a esse policial que teve o sangue frio para saber as hora de agir.E que essa conveniencias que varam a noite sejam logos obrigadas a cumprir horarios de atendimento.
 
Juarez Delmondes em 10/02/2014 17:01:50
Não sei se alguem já percebeu mas sempre que aparece um policial com ato heroico, ele tá de folga ou de férias, será a farda que deixa eles mais arrogantes, e ao retirar eles ficam mais humildes e conseguem de fato proteger a população? No sábado pela manhã vi uma abordagem de uma viatura da policia a um menino que estava descendo a Amazonas de moto, que me deixou perplexo, os policiais descerão do carro com uma violencia, e o menino estava de shorts, camiseta de time e meião, provavelmente indo da pelada pro almoço, os policiais abordaram ele com raiva, eu só ouvi o policial perguntando por que ele estava rindo quando foi abordado..... não podemos mais rir, eu devia ter pego o numero da viatura, por que isso não é policia, isso é bicho, não tá certo.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 10/02/2014 16:31:25
Ainda bem que exitem esses anjos da guarda de plantão!!! Parabéns ao nobre policial que evitou uma tragédia maior...precisamos de pessoas como vc, que DEUS esteja sempre te abençoando!!!
 
cris alves em 10/02/2014 16:19:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions