A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

08/09/2011 21:18

PRE prende três homens que sequestraram casal em Campo Grande

Vinícius Squinelo e Viviane Oliveira

Caso ocorreu no bairro Monte Castelo e uma das vítimas saltou de um prédio para fugir dos sequestradores

A vítima de sequestro relâmpago se jogou do primeiro andar deste prédio. (Foto: Simão Nogueira)A vítima de sequestro relâmpago se jogou do primeiro andar deste prédio. (Foto: Simão Nogueira)

Três homens, um deles menor de idade, foram presos por volta das 17h desta quinta-feira, acusados de sequestrarem um casal na quarta-feira (7) no bairro Monte Castelo, em Campo Grande.

O adolescente, de 17 anos, possuía mandado de busca e apreensão em aberto por roubo. Os outros presos são Jhulio Fernandes de Souza,19 anos, e Sandro Aguilhera Gonçalves, 27 anos, que também tinha mandado de prisão expedido por roubo e tentativa de latrocínio (roubo seguido de homicídio).

Os três foram presos dentro de um táxi no km 409 da MS-162, região de Sidrolândia. Agentes da PRE (Polícia Rodoviária Estadual) desconfiaram do veículo, que voltava do Paraguai e não trazia nenhuma compra. Os policiais também estranharam o fato de que cada um dos três possuía R$ 850 no bolso.

O trio foi separado e questionado pelos policiais rodoviários. Eles tentaram enganar os agentes, mas deram respostas diferentes às mesmas perguntas. Em contato com a Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos) em Campo Grande, foi descoberto que a descrição dos três homens era semelhante a dos sequestradores do bairro Monte Castelo, que também roubaram um carro.

Os acusados confessaram que venderam o veículo por R$ 3 mil próximo ao Shopping China, no lado paraguaio na fronteira entre Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã. Eles foram presos e encaminhados para a Defurv, que deve apresentá-los nesta sexta-feira, às 9h.

Sequestro relâmpago - Uma das vítimas, uma jovem de 20 anos, estava conversando com o namorado de 22 anos dentro do carro dele, um Gol preto, em frente do prédio, na rua 25 de Dezembro, bairro Monte Castelo, quando três homens se aproximaram e anunciaram o assalto.

Armado, o trio colocou o casal dentro do veículo e seguiram pelas ruas do bairro. Durante o trajeto, um dos bandidos, conforme relato das vítimas, falava o tempo todo ao celular e revelou que o carro seria levado para a Bolívia.

Ainda de acordo com a polícia, o grupo retornou ao prédio após a vítima revelar que tinha dinheiro em casa. O namorado ficou no carro acompanhado de dois homens, enquanto que a garota subiu com o terceiro comparsa.

Ao entrar no apartamento, a jovem correu e pulou da sacada. Assustado, o ladrão fugiu do local em companhia dos outros dois comparsas, levando como refém o namorado da vítima.

O rapaz conseguiu fugir dos assaltantes correndo no momento em que eles pararam em um posto de gasolina próximo ao terminal General Osório para abastecer o veículo. Segundo ele, apenas um dos bandidos estava armado.



Vejam como um trabalho policial eficiente consegue solucionar um caso que, se não fosse a Experiência e dedicação dos policiais em uma simples verificação, solucionaram um crime hediondo. Mais uma vez comprovando que importância em investimento na capacitação e no aumento do efetivo policial, colocando-os com condições no policiamento ostensivo do nosso Estado, a bandidada fica sem chance e incapacitada de agir. Aqui o Estado ainda é presente, porque em outros lugares, já não tem mais jeito....
 
Paulo Antonio em 09/09/2011 12:10:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions