A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/08/2012 11:52

Prefeito inaugura sede do centro de atendimento para moradores de rua

Luciana Brazil
Prefeito descera a placa do Creas Pop. (Fotos:Rodrigo Pazinato) Prefeito descera a placa do Creas Pop. (Fotos:Rodrigo Pazinato)

Com capacidade para atender mais de 70 pessoas por dia, foi inaugurado na manhã desta terça-feira (28) o prédio do Creas Pop "Claudio Gilberto Botter" (Centro de Referência Especializado em Assistência Social Para População em Situação de Rua).

Sem ter instalação própria, o centro funcionava no mesmo prédio da Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante), e agora terá uma estrutura com salas de atendimento.

O Pop disponibiliza uma equipe multidisciplinar com psicólogos, educadores, advogados, assistentes sociais, entre outros, para atender pessoas que usam a rua como moradia.

O Cetremi é responsável pela triagem, alimentação e pela higienização dessas pessoas. O trabalho é articulado de forma integrada com o Pop, que se responsabiliza pela orientação dos moradores de rua, oferecendo a documentação pessoal, possibilitando a inclusão dessas pessoas em oficinas e projetos.

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e a secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social Tania Mara Garib participaram da inauguração.

A secretária Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania Nilva Santos destacou que muitas pessoas já conseguiram se restabelecer após receber o atendimento do Creas Pop. “Tem gente que está recuperando os vínculos familiares e alguns conseguiram deixar as drogas”.

O prefeito frisou que o projeto deve funcionar como apoio para os que precisam dos serviços. “Que esse espaço possa ser o ombro amigo de todos que precisam”.

Exemplos: Um casal de namoradas que já está há um mês abrigado pelo Cetremi diz que a rua chegou por causa da opção sexual e também como consequência das drogas. “Eu quero sair o mais rápido daqui. Aqui é maravilhoso, mas eu quero o meu canto”, disse Luciele Regina, 23 anos.

A namorada concordou e disse que a situação atual começou por falta de aceitação dentro de casa. “Saí de casa porque meus pais não aceitavam eu ser lésbica”, disse Arliene Souza, 26 anos.

Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...
Mau atendimento e buracos em pista atrapalham alunos em prova do Detran
O mau atendimento prestado por alguns dos examinadores e buracos presentes na pista de provas do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato...


Prezados (as),
precisamos de um outro espaço, que seja no centro como preconiza o Plano Nacional.
 
Ismael Inácio de Melos em 16/02/2013 15:21:15
Estou muito comovido com essa homenagem posta à Cláudio Roberto Botter, meu amigo de infância, mais que isso, nossos pais foram amigos e ele uma pessoa exemplar. só me resta agradecer de coração.
Obrigado.
 
Ernesto Batista Duarte em 01/09/2012 03:28:58
Quero agradecer publicamente a quem teve a idéia de homenagear meu irmão, Claudio Gilberto Botter, dando o nome dele ao creas Pop.Honraria mais que merecida pelo profissional e ser humano que foi, honesto acima de tudo, parceiro e amigo verdadeiro de todos que o cercavam.Irmão , pai e esposo exemplar. Muito obrigada!
 
fatima suely botter fonzar em 28/08/2012 09:00:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions