ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Prefeito nomeia Valdir Gomes para chefiar Secretaria de Meio Ambiente

Thiago de Souza e Edivaldo Bitencourt | 06/07/2015 23:30

O ex-vereador por Campo Grande, Valdir Gomes, foi nomeado secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Campo Grande. A escolha foi divulgada na edição extra desta segunda-feira (6) do Diário Oficial de Campo Grande.

Ele substitui o atual Heitor Pereira de Oliveira, que estava no comando da Semadur desde abril do ano passado. Valdir João Gomes de Oliveira era assessor da Secretaria Municipal de Governo e chefe do Parque Florestal Antônio Albuquerque, mais conhecido como Horto Florestal, onde realizou uma reforma polêmica.

Valdir tem 59 anos e é funcionário aposentado da pasta, tendo trabalhado por 35 anos como chefe de fiscalização de obras. Além disso, ele possui outro vínculo com o município como professor, atividade da qual deve se aposentar em breve. Ele também foi presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais).

É bastante conhecido no meio carnavalesco, onde idealiza e desfila com fantasias de luxo, principalmente nos carnavais de Campo Grande e Corumbá.

Formado em história e pedagogia, o novo secretário diz que não esperava por essa nomeação. “Foi uma surpresa muito grande. Já fiz muito por Campo Grande. Quero continuar ajudando as pessoas”, relatou o secretário.

Entre os desafios da sua gestão, Valdir destaca o acúmulo de processos a ser aprovados, assim como a liberação de alvarás. “Tenho muito a fazer, mas sei o que sou capaz. Vou honrar mais esse compromisso” concluiu.

Mudanças - Além de Gomes, o prefeito Gilmar Olarte (PP) exonerou o secretário adjunto de Meio Ambiente. Sai Ricardo Emanuel Castro e entra, na função de adjunto da Semadur, Atanagildo Ferreira de Oliveira.

O carnavalesco assume o cargo que seria destinado ao líder do prefeito na Câmara Municipal, Edil Albuquerque (PMDB), que já tinha admitido negociação para voltar a compor o primeiro escalão. Várias funções de chefias foram substituídas na Semadur.

Nos siga no Google Notícias