A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/10/2012 16:32

Prefeitura faz contrato emergencial de R$ 11,5 milhões com a Financial

Aline dos Santos
Financial, que opera coleta de lixo desde 2005, assinou contrato emergencial com a prefeitura de Campo Grande. (Foto: Arquivo)Financial, que opera coleta de lixo desde 2005, assinou contrato emergencial com a prefeitura de Campo Grande. (Foto: Arquivo)

Com dispensa de licitação, a prefeitura de Campo Grande vai pagar R$ 11,5 milhões para a Financial Construtora Industrial Ltda, para a coleta do lixo e a limpeza urbana da saúde. O convênio foi assinado no dia 5 de outubro e publicado na edição de hoje do Diário Oficial do município.

A empresa opera os serviços e é também a líder do consórcio que venceu a licitação para gerenciar a coleta e descarte do lixo em Campo Grande, cujo contrato já foi assinado, mas prevê prazo para que os serviços sejam assumidos nos moldes da concorrência. A Prefeitura explicou que precisou fazer um novo contrato emergencial para evitar a interrupção dos serviços.

A Financial estava fazendo o serviço com base em um contrato que venceu no dia 10 de outubro e já havia sido prorrogado por seis meses, em abril. 

O que está previsto - A contratação emergencial é para a limpeza pública, incluindo coleta e transporte de resíduos sólidos no perímetro urbano e distritos, coleta e transporte dos resíduos dos serviços de saúde (pequenos geradores), coleta e transporte de resíduos sólidos hospitalares (grandes geradores) disposição final e tratamento em vala séptica dos resíduos dos serviços de saúde. O contrato tem validade de seis meses.

O processo licitatório foi dispensado com base na Lei Federal 8.666, que prevê esta modalidade de contratação nos caso de emergência, calamidade pública e urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares.  

A Financial, que desde 2005 coleta o lixo na cidade, é líder do consócio CG Solurb Soluções Ambientais. O grupo, composto também pela LD Construções Ltda,  venceu licitação e vai receber R$ 1,3 bilhão para gestão dos resíduos sólidos pelos próximos 25 anos.

O desfecho da licitação, que provocou uma enxurrada de ações na Justiça para suspender o certame, foi anunciado no dia 10 de outubro. O contrato foi assinado no dia 26 de outubro, prevendo remuneração anual de R$ 52 milhões.

Prefeitura oficializa resultado da licitação do lixo, vencida pela Financial
A Prefeitura Municipal de Campo Grande oficializou no Diário Oficial (Diogrande) desta quarta-feira (24) o Consórcio CG Solurb como o vencedor da lic...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...


Sem comentários.......................
 
Raimundo NUnes Filjo em 31/10/2012 11:25:00
MINISTÉRIO PÚBLICO, VAMOS TRABALHAR. ESSE TIPO DE COISA NÃO PODE ACONTECER DESSA MANEIRA AS ESCURAS. O DINHEIRO DE NOSSOS IMPOSTOS NÃO PODE SER TRATADO ASSIM.
 
Wilson Soares em 31/10/2012 10:58:39
Quem te ensinou essa "conta", Wilson Bellicanta? Creio que faltam algumas variáveis.
 
Lafaiette Silva em 31/10/2012 10:37:49
os vereadores estão ai novamente!!!!!! eles foram todos Reeleitos ,ou voce acha que um vereador ganha R$9.000,00 p/mes,e gasta R$500,000,00 de campanha porque?o dinheiro de campanha pulitica dos vereadores já esta embutido neste valor!!!!!!!!!!!agora é tarde pra chorar!!!
 
JOSE TADEU FERREIRA em 31/10/2012 09:21:57
Vamos fazer uma conta 11,5 milhões para 6 meses = 23 milhões por ano x 25 anos = 575 milhões,,, vamos considerar que Campo Grande passe a ter 2 milhões de habitantes em 25 anos, coisa muito difícil de acontecer,,,,, mas vamos considerar 1,15 bilhão,,, levando em consideração o valor do convênio de 1,3 bilhões,,, fica um saldo + de 150 milhões,,, isso é acreditar mesmo no futuro,,, de duplicar a população neste período e ainda com um saldo de 150 milhões,,,
 
Wilson Bellincanta em 30/10/2012 21:03:30
ESTRANHO ESTE CONTRATO EMERGENCIAL!!!! CADÊ O MINISTÉRIO PUBLICO????? E VEREADORES PARA FISCALIZAR ESTÁ EMERGENCIA!!!
 
EDINALDO VIANA em 30/10/2012 19:09:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions