A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/10/2012 09:25

Contrato bilionário para exploração do lixo já está valendo

Paula Vitorino
Proposta de preço foi aberta no início deste mês e encerrou licitação. (Foto: Denilson Secreta)Proposta de preço foi aberta no início deste mês e encerrou licitação. (Foto: Denilson Secreta)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PM), assinou ontem o contrato de prestações de serviços do lixo com o consórcio CG Solurb Soluções Ambientais, liderado pela atual prestadora do serviço na Capital, Financial Construtora Industrial e a LD Construções Ltda.

O contrato tem duração de 25 anos, com valor anual de R$ 52.157.648,82. Ao todo, a Prefeitura irá pagar R$ 1,3 bilhão para a empresa ao longo do contrato.

A assinatura do convênio vai contra várias ações judiciais movidas com o objetivo de impedir a conclusão da licitação milionária. Um dos questionamentos era o fato do contrato ser firmado às vésperas da troca de administração da Prefeitura.

Na disputa pelo serviço estava a HFMA Resíduos Urbanos, composto pelas empresas Heleno Fonseca Construtécnica S/A (empresa líder), Agrícola e Construtora Monte Azul e Monte Azul Engenharia.  O grupo é de São Paulo.

De acordo com o contrato, o consórcio vencedor terá que oferecer serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, consistindo em coleta, transporte, destinação e disposição final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos domiciliares e comerciais; coleta, transporte, tratamento, destinação e disposição final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos dos serviços de saúde, do originário da varrição e limpeza de logradouros e vias públicas.

Ainda está prevista a administração dos aterros sanitários Dom Antônio Barbosa I e II e a construção de um novo aterro sanitário, denominado de Erêguaçu.

A última licitação do lixo havia sido realizada em 2005, quando o serviço, após 24 anos, passou da Vega Ambiental para a Financial. À época, o edital foi lançado no valor de R$ 70 milhões.



Esquece Povao!! Aqui nesse e em outros Estados, as coisas ficam tudo no comando dos Governadores e de seus eleitos. Quem e o Presidente do Tribunal de Contas?
 
Jota Junior em 26/10/2012 11:59:14
Espero que esta Empresa do lixo, fiscalize seus funcionários garis, pois, várias vezes o meus lixo que ponho na lixeira em frente de casa, estão ficando para trás. Ontem mesmo ficou um saco de lixo que eles não pegaram.
 
Leda Belliard em 26/10/2012 11:28:21
Será tão complicado para a administração pública municipal, o executivo, agendar a realização dessas licitações e assinaturas de contratos vultosos como este, antes do período eleitoral? É lamentável, pois a impressão que passam é que agendam exatamente no momento em que a atenção do povo e da imprensa está mobilizada para outro foco.
 
Licio Nepomuceno em 26/10/2012 11:11:39
Infelizmente os vereadores, Ministério Público e ONGS nada fizeram. ficaram naquela "E O BERNAL", "E O GIROTO"!!!!
 
EDINALDO VIANA em 26/10/2012 10:23:41
eu penso que esses contratos deveriam ter a validade de no máximo 5 anos e olha lá ...

absurdos como esses que fazem o povo se cansar
 
ANTONIO DA SILVA em 26/10/2012 10:08:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions