A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

06/08/2018 10:12

Prefeitura planejar recapear 61 km em corredores de ônibus da Capital

A estimativa é R$ 130 milhões em investimentos para obras durante três anos

Mayara Bueno
Homens trabalham na obra de pavimentação e drenagem no bairro Nova Lima, região  Norte de Campo Grande. (Foto: Kleber Clajus/Arquivo).Homens trabalham na obra de pavimentação e drenagem no bairro Nova Lima, região Norte de Campo Grande. (Foto: Kleber Clajus/Arquivo).

A prefeitura de Campo Grande anunciou o planejamento de recapear 61,15 quilômetros de vias de corredores do transporte coletivo. O recurso investido pode chegar a R$ 130 milhões executados em três anos.

Segundo o município, o projeto contempla as avenidas Gury Marques, Costa e Silva, Calógeras, Mato Grosso e Cônsul Assaf Trad e Gunter Hans, além das ruas Rui Barbosa, 25 de Dezembro e Alegrete. Nestes locais, serão implantados, além do recapeamento, drenagem e faixas exclusivas para o trânsito de ônibus.

Para subsidiar os projetos, a prefeitura informa ter já disponível R$ 53 milhões, financiados pelo Projeto Mobilidade Urbana. Também há outra parcela de R$ 77 milhões de empréstimo de R$ 115 milhões do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social). Estes R$ 77 milhões serão para completar investimentos previstos para execução de 36 dos 61 km previstos.

Ainda segundo o Executivo municipal, o financiamento do BNDES será destinado a obras de pavimentação e drenagem no Ria Vieira. Serão R$ 27 milhões para 27 km de asfalto. No Vilas Boas/Parque Dallas, a previsão é R$ 11 milhões para 11 km.

Na saída para São Paulo, está previsto recapeamento de 4,3 km da avenida Costa e Silva, a partir da rotatória da Coca-Cola até a Calógeras, com o custo R$ 8 milhões.

As obras na rua Rui Barbosa, 4 km de extensão, entre a rua Carlinda Tognini e a avenida Mato Grosso, estão orçadas em R$ 10 milhões. Na Avenida Coronel Antonino serão investidos R$ 4 milhões no trecho de 1,7 km entre a rua Bahia e a avenida Cônsul Assaf Trad.

Na rua Alegrete outros R$ 14 milhões. O custo é maior por causa do projeto de drenagem que eliminará os problemas de alagamento na região, afirma a prefeitura. Na 25 de Dezembro, a previsão é destinar R$ 5 milhões para recapear 2,07 km, da rua Alegrete até a avenida Afonso Pena.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions