A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

01/07/2016 10:50

Primeiro convênio com Hospital de Câncer só cobre 15% do deficit mensal

Fernanda Mathias e Mara Riveiros
Hospital corre risco de suspender atendimento, diante de déficit mensal de R$ 350 mil (Foto: Marina Pacheco)Hospital corre risco de suspender atendimento, diante de déficit mensal de R$ 350 mil (Foto: Marina Pacheco)

O primeiro convênio a ser firmado nos próximos dias entre e a Prefeitura de Campo Grande e Instituto de Prevenção Antônio Morais dos Santos – unidade do Hospital de Câncer de Barretos – vai assegurar repasse mensal de R$ 50 mil, valor que corresponde a menos de 15% do deficit mensal, que é de R$ 350 mil. A falta de recursos financeiros coloca em risco o atendimento no hospital e o MPE (Ministério Público Estadual) vem acompanhando o caso.

Na manhã desta sexta-feira (1), representantes do hospital, da Prefeitura e Conselho Municipal de Saúde explicaram como vai funcionar o convênio, previsto para ser celebrado na próxima semana.

“Esse convênio vai ser uma porta de entrada para que o hospital receba outros recursos públicos. Estamos caminhando para que novas portas se abram em conjunto com município e Estado”, diz a assessora da administração do hospital de Barretos, Lívia Braga Carvalho. Ela explica que até então o hospital é mantido com recursos públicos e doações.

Representantes da Prefeitura, Conselho de Saúde e do Hospital de Câncer explicaram como será o primeiro convênio, com repasse R$ 50 mil mensais (Foto: Marina Pacheco)Representantes da Prefeitura, Conselho de Saúde e do Hospital de Câncer explicaram como será o primeiro convênio, com repasse R$ 50 mil mensais (Foto: Marina Pacheco)

O secretário adjunto de Saúde do município, Vítor Rocha, observou que, embora o repasse mensal seja pouco, dentro da programação orçamentária significa impacto de R$ 600 mil anuais. O valor foi estabelecido com base na produtividade do hospital e valores da tabela do SUS (Sistema Único de Saúde).

“O convênio ajuda, mas não vai resolver”, diz o coordenador do Conselho Municipal de Saúde, Sebastião Júnior Arinos, destacando a importância de ampliar parcerias.

Neste sábado, 02, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), estará em Barretos (SP) e, segundo informou sua assessoria, foi convidado a conversar “sobre possíveis parcerias com as unidades aqui do Estado, além de intensificar a que já existe entre o Estado e a unidade de Barretos”.

De janeiro a dezembro de 2014 foram feitos 32.754 atendimentos à população e em 2015, 47.471. Foram constatados 14 casos de câncer de colo do útero invasivos e 154 neoplasias intra-epiteliais de alto grau no ano retrasado, bem como 49 invasivos e 138 neoplasias intra-epiteliais de alto grau ano passado. Em relação aos casos de câncer de mama, foram constatados 100 em 2014 e 153 no ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions