ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Primeiros da fila no novo “drive-thru” foram fazer teste por recomendação médica

Local para exames começou a atender às 18h30 desta sexta-feira; na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, paciente entra a pé

Por Anahi Zurutuza e Gabriel Neris | 10/07/2020 18:39
Antes das 18h30, horário marcado para os primeiros testes, pelo menos 20 pessoas aguardavam em fila (Foto: Marcos Maluf)
Antes das 18h30, horário marcado para os primeiros testes, pelo menos 20 pessoas aguardavam em fila (Foto: Marcos Maluf)

Começou atendimento na noite desta sexta-feira (10) o novo “drive-thru”, instalado na escola Lúcia Martins Coelho, nos Jardim dos Estados, em Campo Grande. Os portões só abriram às 18h30 para receber que estava agendado para fazer o exame.

Antes do início das testagens, 20 pessoas aguardavam na fila. Apesar do nome “drive-thru”, dado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, como referência ao primeiro centro de testagens, onde pacientes entram com o carro para ter o material coletado, na escola, os agendados entram a pé.

As duas primeiras pessoas na fila, estavam lá por recomendação médica. A cuidadora de idosos, Natália Tavares do Nascimento, 50 anos, teve sintomas de gripe na quarta-feira passada e desde então, está afastada do trabalho. Moradora do Jardim das Meninas, bairro do sul da Capital, ela foi até a região central porque médica achou por bem que ela fizesse o exame. “Acho que é só uma gripe”.

Trabalhador da construção civil, Nilson Nascimento, de 59 anos, tem pressão alta e já é a segunda vez que faz o teste. Teve sintomas respiratórios pela primeira vez em maio. Ele teme contrair a doença por fazer parte de grupo de risco. “Tenho me cuidado, mas as pessoas não”

Bombeiros e profissionais da saúde preparando atendimento (Foto: Marcos Maluf)
Bombeiros e profissionais da saúde preparando atendimento (Foto: Marcos Maluf)

Detalhes - O local contará com capacidade para 400 testes diários e foi criado para diminuir a fila de espera pelo exame que detecta o novo coronavírus.

O novo ponto funcionará somente no período noturno, entre 18h30 e 23h30, mesmo durante o toque de recolher, e só atenderá mediante agendamento pelo telefone (67) 3311-6262, como também ocorre no Quartel Central do Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros orienta que caso o paciente necessite de deslocar ao ponto de testagem após às 20h, quando começa o toque de recolher, e seja abordado por equipe de segurança, basta apresentar documento e a mensagem de texto recebida por SMS confirmando o agendamento do teste rápido.

O teste rápido é feito com pequena amostra de sangue do paciente, a partir do 7º dia do início dos sintomas e analisa a produção de anticorpos. O resultado fica pronto em 15 minutos.

O exame RT-PCR, analisado através de material coletado do nariz, segue com agendamento no Quartel Central do Corpo de Bombeiros, mas o paciente precisa apresentar os sintomas e passa por questionário.

Mato Grosso do Sul chegou nesta sexta-feira a 12.261 casos confirmados de covid-19. Nas últimas 24 horas houve aumento de 590 casos, acréscimo de 5,1%. Destes novos casos, 258 ocorreram em Campo Grande.