A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

18/02/2019 16:18

Prisão de suspeito revela mortes por ciúmes envolvendo gangues

Duas mortes ocorridas em dezembro de 2018 e janeiro deste ano teriam ocorrido por causa de uma mulher que mantinha relacionamento com integrante de uma das gangues

Silvia Frias e Guilherme Henri
Delegado Ricardo Meirelles diz que há relatos de testemunhas que sustentam acusação contra Edmilson (Foto: Guilherme Henri)Delegado Ricardo Meirelles diz que há relatos de testemunhas que sustentam acusação contra Edmilson (Foto: Guilherme Henri)

Briga entre gangues em Campo Grande culminou em crime passional: duas mortes por meio de emboscada, em dezembro de 2018, na Vila Nhanhá, e em janeiro de deste ano, no bairro Tiradentes. O suspeito de participação em um dos crimes foi preso hoje.

As gangues atuam na região da Nhanhá, Moreninha e Piratininga. A briga começou por causa de uma mulher, mas a polícia não forneceu detalhes de quem seria essa pessoa e com quem ela mantinha relacionamento entre os integrantes das gangues.

Hoje de manhã, o estoquista Edmilson Marcelo dos Santos Silva, 40 anos, foi preso em uma casa no bairro Aero Rancho, por policiais da 5ª delegacia de Polícia Civil. Segundo o delegado Ricardo Meirelles, ele iria levar os móveis para outro lugar, um indicativo que tentava se esconder e fugir da polícia.

Edmilson negou as acusações (Foto/Divulgação)Edmilson negou as acusações (Foto/Divulgação)

Edmilson Silva é investigado pela morte de Helton Duarte Luz, 21 anos, conhecido como Heltinho, ocorrida no dia 27 de dezembro de 2018. Na ocasião, Helton estava na calçada da Rua Floriano Paulo Corrêa conversando com uma amiga, quando dois atiradores encapuzados desceram de Celta e atiraram diversas vezes no rapaz. Ele morreu no local.

A execução, de acordo com delegado, é ato de vingança da gangue rival, já que Heltinho seria responsável por três tentativas de homicídio contra o grupo.

Segundo Meirelles, o suspeito nega as acusações e qualquer envolvimento com gangues. O homem diz que é estoquista, está desempregado há 5 meses e que está passando por dificuldades financeiras. O delegado diz que o padrão da casa e dos móveis dele no Aero Rancho não condiz com a renda da função e do que seria a atual condição dele. Além disso, há relato de testemunhas que sustentam a tese de que o homem é autor da morte de Heltinho.

Por enquanto, Edmilson está preso preventivamente, por 30 dias, a polícia deve pedir conversão para temporária, sem prazo para acabar. A polícia ainda está à procura do outro homem encapuzado e do condutor do Celta.

Vitor Gabriel, segundo a polícia, era o alvo dos atiradores (Foto: reprodução/Facebook)Vitor Gabriel, segundo a polícia, era o alvo dos atiradores (Foto: reprodução/Facebook)
O carro que Deynner dirigia foi alvejado por tiros 9 milímetros (Foto: reprodução/Facebook)O carro que Deynner dirigia foi alvejado por tiros 9 milímetros (Foto: reprodução/Facebook)

Emboscada - A outra morte aconteceu no dia 17 de janeiro deste ano, em emboscada no cruzamento das ruas San Martin e Dona Zulmira, no Tiradentes. Vitor Gabriel Pinheiro, 18 anos, e Deynner Araújo do Prado, 25 anos, foram executados a tiros de pistola 9 milímetros.

O carro em que eles estavam havia disso perseguido pelos atirados, que estavam em uma moto. O adolescente de 14 anos, que estava com eles, foi ferido com tiro no joelho. O delegado explicou que este caso é investigado pelo 4ºDP, nas Moreninhas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions