A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/05/2016 19:53

Procissão de Nossa Senhora de Fátima reúne 3 mil fiéis na Capital

Nyelder Rodrigues
Procissão reuniu 3 mil fiéis em caminhada pelo bairro Monte Líbano nesta noite (Foto: Alcides Neto)Procissão reuniu 3 mil fiéis em caminhada pelo bairro Monte Líbano nesta noite (Foto: Alcides Neto)

Devoção, esperança e gratidão, sentimos que movem as pessoas a crer e manter a fé em Nossa Senhora de Fátima, que fez sua primeira aparição há 99 anos, no dia 13 de maio de 1917, em Portugal. Na época, a Europa vivia período de imensa instabilidade e sofrimento por causa da Primeira Grande Guerra, que destruiu o continente. A guerra terminou um ano após a aparição.

A fé em Nossa Senhora de Fátima se espalhou. Católicos de todo o mundo passaram a venerar e homenageá-la, como 3 mil fiéis fizeram na noite desta sexta-feira (13) em Campo Grande, em procissão no bairro Monte Líbano - onde fica a paróquia homônima à santidade homenageada.

"A procissão é uma oportunidade de mostrar devoção a mais por Nossa Senhora de Fátima, de animar a fé, cultivar a esperança, de agradecer à Deus pela nossa vida", conta frei Oscar Lagni, de 61 anos. Durante a procissão, foi rezado o terço assim como Nossa Senhora de Fátima pediu aos pastorinhos - três crianças de 10, 9 e 7 anos que viram a primeira aparição.

"Essa é uma forma de sensibilizar pela oração. Na época, a Europa vivia uma guerra e isso seria de grande ajuda para que ela fosse encerrada", explica Logni. Uma imagem escupida em madeira de Fátima, trazida de Portugal há 58 anos por frei Gregório, foi carregada durante a procissão esta noite no Monte Líbano.

Intervenções - As histórias de intercessões são várias. Uma delas ocorreu com a aposentada de 68 anos, Neusa Santos de Oliveira, que afirma ter tido um câncer curado. "Há seis anos fui diagnosticada com nódulo no seio, a princípio maligno. Pedi em orações intercessão de Nossa Senhora de Fátima. Quando retirei o nódulo, a análise deu que ele era benigno. Graças a Deus nunca mais tive nada", revela.

Devoção e gratidão pelos feitos de Nossa Senhora de Fátima não encontram limite nem na idade (Foto: Alcides Neto)Devoção e gratidão pelos feitos de Nossa Senhora de Fátima não encontram limite nem na idade (Foto: Alcides Neto)

Para Neusa, Nossa Senhora de Fátima é uma mãe intercessora, sempre intervindo por seus fiéis junto ao seu filho Jesus Cristo. "Ela sempre nos ajuda em problemas de saúde e eu tenho muita fé nela. Já alcancei muitas graças", frisa a aposentada.

Fiéis de outras comunidades também se rendem à devoção por Nossa Senhora de Fátima. Um deles é o empresário Éfio Costa, de 51 anos, que foi à procissão com uma imagem de Nossa Senhora das Graças - vale ressaltar que essas representações todas são de uma única pessoa, Maria, que deu à luz Jesus Cristo.

"Já tive várias graças alcançadas também. Fiéis de tantas outras paróquias vieram aqui hoje participar da procissão, agradecer e pedir por intercessões", afirma Éfio, que é da comunidade do bairro Vilas Boas.

99 anos - Durante a celebração desta noite, frei Logni pediu que fiéis fossem até o altar acender a chama das velas que ali estavam. Mais cedo, durante a tarde, foram realizadas duas missas em homenagem aos 99 anos da primeira aparição de Fátima, revela só 20 anos após acontecer por uma das pastorinhas, Lúcia de Jesus Rosa dos Santos - que tinha 10 anos na época das aparições.

Um ano antes, os pastorinhos teriam tido aparições de um anjo. Os outros dois pastorinhos são, Francisco Marto, que tinha nove anos, e Jacinta Marto, que tinha sete. As aparições de Fátima ocorreram por cinco meses e, depois, Lúcia se tornou freira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions