A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/06/2011 19:17

Procon fiscaliza postos que estabelecem desconto somente para pagamento à vista

Paula Maciulevicius

Pagamento no cartão de crédito para o vencimento é considerado preço à vista, segundo Procon

Postos que estabelecem desconto somente para pagamento em dinheiro e no cartão de débito estão na mira do Procon. (Foto: Arquivo/João Garrigó)Postos que estabelecem desconto somente para pagamento em dinheiro e no cartão de débito estão na mira do Procon. (Foto: Arquivo/João Garrigó)

O Procon desencadeou uma fiscalização em cima de irregularidades na cobrança dos combustíveis em postos da Capital. A negativa dos estabelecimentos em dar desconto à vista para clientes que pagam no cartão de crédito foi o alvo dos fiscais na tarde de hoje.

Depois de denúncias feitas por consumidores de que postos de combustíveis estariam negando o desconto anunciado quando o pagamento é feito com cartão de crédito ou débito, a fiscalização foi às ruas para conferir.

As reclamações vieram de mais de meia dúzia de clientes, que disseram que postos da Capital estão jogando o preço para baixo, mas negando o benefício se o pagamento não for em dinheiro, informou o Procon.

De acordo com o coordenador do õrgão de defesa do consumidor, Alexandre Rezende, não é permitido ao estabelecimento recusar a forma de pagamento.

“É importante esclarecer que mesmo no cartão de crédito, se for direto para o vencimento, é considerado preço à vista”, explica.

Paralelo à vistoria sobre a cobrança ilegal, os fiscais vão aproveitar para realizar testes básicos de qualidade do combustível, em que serão aplicadas análises de condições essenciais para o comércio do produto.

A verificação vai incluir ainda a conferência dos lacres das bombas e de notas fiscais de origem do combustível, a análise se o nível de etanol é o permitido pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) e a checagem para conferir se durante o abastecimento o montante registrado na bomba é de fato o que está indo para o tanque do veículo.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Realmente, é uma sacanagem não aceitarem o cartão de crédito. PRONCON agilize essa fiscalização!
 
Danielle Santiago em 17/06/2011 10:40:41
MUITO BOM O PROCON ESTAR DE OLHO POIS NESTE PAÍS NAO É FACIL EU MESMO ABASTECI E QUANDO DEI O CARTÃO O FRENTISTA DISSE QUE ERA SO A VISTA AQUELE PRECO E ACABEI PAGANDO MAIS CARO ,,,, PARABENS PROCON NÃO DEIXA PASSAR NÃO ,,,
 
ANA CRISTINA em 17/06/2011 10:36:09
com certeza depois destas fiscalização do procon os donos dos postos vão subir d novo o preço do combustiveis....ai vamos ver se os postos estão com combustivel adulterado ou não....mas a verdade é ñ dá mais para confiar em nenhum posto da cidade..
 
wilson dourado em 16/06/2011 08:03:44
É fundamental a fiscalização do PROCON na cidade, visto a grande disparidade de preços entre postos da nossa capital, o que pode caracterizar adulteração ou fraude nas bombas de combustível. Além, disto, é necessário combater a pratica ilegal de cobrança diferenciada no caso do pagamento do cartão de crédito. Parabéns ao PROCON, e aguardamos os resultados dos testes.
 
jorge Bastos em 16/06/2011 07:27:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions