A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/01/2012 13:37

Projeto vai implantar pré-natal para pais em Campo Grande

Aline dos Santos

Além das gestantes, os pais vão passar por exames preventivos para garantir a saúde dos bebês

Além das gestantes, os pais vão passar por exames preventivos em Campo Grande para garantir a saúde dos bebês. O “pré-natal” masculino é uma das iniciativas dentro do programa Rede Cegonha, realizado pelo governo federal.

"Se a adesão da cidade ao programa for confirmada, o Ministério da Saúde vai repassar as verbas para disponibilizar os kits de exame à população”, afirma a gerente técnica de Saúde da Mulher da Sesau (Secretaria Municipal de Campo Grande), Fabiana Cavalcante Araújo. Por ano, o SUS (Sistema Único de Saúde) acompanha 8 mil gestantes em Campo Grande. Num total de 12 mil nascidos vivos em todo o município, incluindo a rede particular.

De acordo com a gerente, o projeto, que aguarda aprovação do Ministério da Saúde, prevê a realização de exames de Aids, sífilis e hepatite no pai da criança. A Rede Cegonha compreende ações para ser implantadas entre 2012 e 2014, mas, segundo Fabiana, o exame para o parceiro sexual da gestante deve ser implantado ainda neste ano.

“Muito se fala da maternidade responsável. Mas é preciso incluir o homem no cuidado com o filho. É a paternidade responsável”, salienta a presidente da Associação de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul, Maria Auxiliadora Budib.

A médica explica que durante a gravidez a sífilis não causa sintomas, mas pode acarretar sérios problemas ao bebê, como a microcefalia. No caso da Aids, o diagnóstico precoce evita a transmissão vertical, quando o vírus passa da mãe para o filho.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) aguarda que o Ministério da Saúde divulgue quais os municípios de Mato Grosso do Sul serão incluídos na Rede Cegonha.

Hoje, o governo federal publicou portaria determinando a realização de testes rápidos de HIV e sífilis para as gestantes e suas parcerias sexuais. Nesta modalidade, o resultado é instantâneo.

Cuidados - Na Rede Cegonha, a mulher deve procurar o posto de saúde logo após o atraso menstrual. A rede pública oferece o teste de gravidez e os exames do pré-natal.

Lançado no ano passado, o programa contará com R$ 9,397 bilhões do orçamento do Ministério da Saúde para investimentos até 2014. A meta é levar as ações inseridas na Rede Cegonha a todo o país.

Inicialmente, o cronograma de implantação da rede priorizará as regiões da Amazônia e Nordeste – que têm os mais altos índices de mortalidade materna e infantil – e as regiões metropolitanas, envolvendo a maior concentração de gestantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions