A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/12/2015 13:43

Proprietário diz ter vendido carro flagrado arrastando cachorro

Filipe Prado

O proprietário do veículo, flagrado arrastando um cachorro na tarde de ontem (20) na Rua dos Cafezais, no Bairro Los Angeles, afirmou que vendeu o carro e não estava dirigindo o automóvel. Segundo o a PMA (Polícia Militar Ambiental), o autor ainda não foi encontrado.

O major Edmilson Queiroz apontou que o proprietário do carro vendeu o veículo para uma pessoa, que o repassou para outra, porém não transferiu os documentos para os seus nomes. O possível autor foi identificado, porém ainda não foi encontrado.

“Vamos localizar o autor e ele sofrerá autuação administrativa”, afirmou o Queiroz. Conforme o major, o homem vai ser multado administrativamente em R$ 500 por crime de maus-tratos. Porém, a multa pode ser ainda maior, de R$ 5 mil, se for comprovado que o animal foi jogado a céu aberto em terreno baldio. No total, o valor pode chegar a R$ 5,5 mil.

Um corpo de um cachorro foi encontrado em um terreno baldio, porém não há informações que este seria o animal arrastado pelo veículo. Somente o autor poderá identificar o local onde o cão foi desovado.

Caso - As imagens foram feitas por um motorista de 35 anos, que pediu para não ser identificado. Ele relata que estava indo buscar a esposa no trabalho, quando viu a cena. “Fiquei chocado e tentei alertar o motorista que seguia em um Celta, de cor branca, e tinha como passageira uma senhora, mas ele acenou com o braço e continuou o percurso”.

O caso será encaminhado pela Polícia Militar à Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista). No caso de multa administrativa, o homem poderá recorrer e para se livrar do crime de maus-tratos vai ter que provar que o animal estava morto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions