A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/04/2015 19:34

PT se mobiliza para buscar acordo com militantes autoras de ação trabalhista

Daniel Machado

Após ter diversos bens apreendidos do seu diretório estadual nesta quarta-feira (22) por mandado de penhora de ordem judicial trabalhista, o Partido dos Trabalhadores resolveu se pronunciar por intermédio do seu departamento jurídico.

Segundo o advogado do PT, Bruno Duarte, da Saad & Duarte Advogados, a cúpula do partido já se reuniu hoje e marcou novo encontro para amanhã afim de decidir o que será feito. O objetivo, de acordo com ele, é resolver a questão por meio de um acordo com as autoras do processo trabalhista, duas militantes que conseguiram na Justiça o direito a uma indenização de R$ 400 mil após sofrerem um acidente de trabalho durante uma campanha eleitoral em 1988.

Isso porque os móveis e demais bens apreendidos no escritório do PT hoje estão orçados em R$ 10 mil e cobrem somente 2,5% da dívida trabalhista.

A tentativa de acordo, segundo o advogado, já se arrasta há anos, porém emperra nas próprias autoras do processo, que exigem o pagamento da indenização à vista. “Já estamos em tratativas, porém a outra parte está intransigente, exigindo pagamento a vista. Mas estamos confiantes em uma forma flexível e vamos continuar tentando o acordo”, disse.

As duas vítimas, mãe e filha, se acidentaram no momento da queima de fogos em carreata de campanha do ex-governador Zeca do PT, e sofreram queimaduras no rosto e restante do corpo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions