A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

01/02/2018 13:33

Quadrilha que usava documentos falsos para fazer empréstimos é presa

O grupo falsificava as identidades no nome de aposentados e pensionistas do INSS

Geisy Garnes
Quadrilha foi presa na terça-feira (Foto: Divulgação Deco)Quadrilha foi presa na terça-feira (Foto: Divulgação Deco)

Quatro suspeitos foram presos após realizarem diversos empréstimos e até crediários, em nome de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Campo Grande. Com uso de documentos falsos, a quadrilha causou um prejuízo de mais de R$ 50 mil.

Os suspeitos foram presos por equipes da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) na terça-feira (30). Dayane Cristina Simão Santos, de 22 anos, Charles Mendes da Silva, de 32 anos, José Eduardo de Souza e Jaqueline Pereira Soares, de 21 anos, foram indiciados por associação criminosa e estelionato.

Segundo a polícia, usando documentos falsos no nome de aposentados e pensionistas o grupo abria contas bancárias e pedida empréstimos as agências se passando pelas vítimas. Além disso, os suspeitos compravam a crédito em lojas da Capital e fugiram sem pagar as parcelas.

Em buscas na residência usada pelo grupo - localizada no Bairro Guanandi - foram encontrados várias cédulas de identidade adulteradas, equipamentos usados para adulterar e objetos adquiridos nos golpes de estelionato. “Parte das identidades apreendidas tinha o espelho verdadeiro. Eles utilizavam uma maquina para apagar as dados verdadeiros e inserir outros usando um notebook e uma impressora”, explicou o delegado, Reginaldo Salomão.

Ainda conforme o delegado, a quadrilha agia desde julho e causou um prejuízo de mais de R$ 50 mil. “De uma única vítima, em dois ou três dias, eles tiraram R$ 25 mil”, relatou. Agora, os investigadores da Deco tentam identificar novas vítimas.

Equipamentos encontrados pela polícia (Foto: Divulgação Deco)Equipamentos encontrados pela polícia (Foto: Divulgação Deco)
Maquina usada para apagar dados da identidade (Foto: Divulgação Deco)Maquina usada para apagar dados da identidade (Foto: Divulgação Deco)
Condenado por estelionato deverá indenizar vítimas
O juiz da 1ª Vara Criminal de Campo Grande, Roberto Ferreira Filho, julgou parcialmente procedente a ação movida pelo Ministério Público Estadual con...
Procurado por estelionato é preso após subornar policiais com R$ 10 mil
A Polícia Civil prendeu, por volta das 10h30 desta quarta-feira (8), um homem de 25 anos acusado de praticar estelionato e corrupção ativa no Jardim ...
Justiça condena servidores que praticavam estelionato em INSS de Dourados
Após a denúncia do MPF (Ministério Público Federal), a quadrilha que agia dentro do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), durante os anos de 20...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions