A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

15/03/2018 10:53

Quadrilha roubava carros quando vítimas paravam para atender o celular

O último roubo cometido pelo grupo aconteceu por volta das 23h30 de terça-feira (dia 13), no cruzamento da Rua Plutão com a Avenida Ernesto Geisel, na Vila Planalto

Viviane Oliveira
Quadrilha que foi preso ontem com três carros roubados (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) Quadrilha que foi preso ontem com três carros roubados (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)

A quadrilha presa na manhã de ontem (dia 14) acusada de roubar ao menos cinco veículos nas últimas semanas agia quando as vítimas estacionavam para atender o celular, de acordo com o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Marcus Pollett.

Três dos carros roubados foram recuperados nesta quarta-feira (dia 14). O último roubo cometido pelo grupo aconteceu por volta das 23h30 de terça-feira (dia 13), no cruzamento da Rua Plutão com a Avenida Ernesto Geisel, na Vila Planalto, em Campo Grande.

A vítima foi uma mulher de 22 anos que estacionou o Hyundai HB-20 que dirigia para atender ao celular. Ela foi surpreendida por dois homens armados que desceram de um veículo prata e anunciaram o assalto. O carro dela foi recuperado na manhã seguinte durante perseguição policial. 

Recuperados - Conforme o comandante, a equipe já tinha informação sobre os roubos do  Fiat Punto e do HB-20. Os carros foram localizados em uma rua do Bairro Itamaracá. “Em pelo menos dois casos, as abordagens foram semelhantes. Os bandidos agiram quando as vítimas estacionaram para atender o telefone”, explica o tenente-coronel.

Os automóveis seriam levados para a Bolívia e provavelmente trocados por droga. Durante a ocorrência, os policiais ainda recuperaram um Chevrolet Celta, que já estava com a placa adulterada. 

Somente nos primeiros 15 dias deste mês, 254 roubos foram registrados na Capital, de acordo com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). 

Presos - No total sete pessoas foram presas na ação que contou com perseguição e tiros pela Avenida Guaicurus, no bairro Jardim Campo Alto, ontem. Os suspeitos foram identificados como Allex Lopes da Fonseca, 24, Rafael Trajano da Silva Kanashiro, 27, Eder Gabriel Amorim Gonçalves, 18, Everton Alberto Galvão Freitas, 31, Jonatan Kennedy Silva de Matos, 23, Douglas de Souza Fernandes, 20, e Willian Barbosa, 18. O caso é investigado pela Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos).

Um dos carros recuperados pelo Batalhão de Choque já havia sido adulterado (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) Um dos carros recuperados pelo Batalhão de Choque já havia sido adulterado (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)


A Lei 12.850 tipifica como organização criminosa a associação de formada por grupos de três ou mais pessoas com o fim específico de cometer crimes. Com a alteração do artigo 288 do Código Penal, foram retirados os termos "bando ou quadrilha" e criando a “associação criminosa”. Essa lei entrou em vigor no dia 16 de setembro de 2013.
 
Pantaneiro em 15/03/2018 14:20:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions