ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Quatro estabelecimentos são interditados e 180 orientados a fechar

Fiscalização ocorreu durante a noite de sábado e madrugada de domingo na Capital

Por Gabriel Neris | 02/08/2020 10:00
Estabelecimento interditado pelo poder público nesta madrugada (Foto: Divulgação)
Estabelecimento interditado pelo poder público nesta madrugada (Foto: Divulgação)

Fiscalização realizada durante a noite de sábado (1o) e madrugada de domingo terminou com quatro estabelecimentos comerciais interditados e 178 orientados a fechar, respeitando o toque de recolher imposto pela Prefeitura de Campo Grande durante a pandemia.

Mesa de sinuca não escapou da fiscalização e foi lacrada (Foto: Divulgação)
Mesa de sinuca não escapou da fiscalização e foi lacrada (Foto: Divulgação)

A operação conta com equipes da Guarda Metropolitana, Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), Polícia Militar e Vigilância Sanitária.

Pelo menos 81 pessoas foram orientadas a retornarem para suas casas. O toque de recolher inicia às 21h e vai até às 5h do dia seguinte.

A medida é para evitar a disseminação da covid-19 pela cidade. Somente em Campo Grande são 139 mortes confirmadas pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) provocadas pela doença.

Este foi o primeiro fim de semana de maior flexibilização para abertura do comércio após as duas semanas anteriores, quando foram tomadas medidas mais duras, permitindo apenas o comércio essencial aos sábados e domingos.

Igreja fechada - Depois de duas noites de autuação, a igreja  “Pai, Filho e Espirito Santo”, na Rua Marajoara, no Jardim Centro Oeste, estava sem movimentação na noite de sábado.

Na quinta e na sexta-feira, o local foi encontrado com fieis em desacordo com as regras que prevem uso de máscaras e lotação máxima o pastor responsável foi alertado de que se fizesse isso novamente, poderia ser preso.