A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/01/2013 12:05

Rapaz morto com suspeita de dengue foi internado 3 vezes em 2013

Paula Vitorino
Jovem era estudante de Zootecnia. (Foto: Facebook)Jovem era estudante de Zootecnia. (Foto: Facebook)

O jovem William Carpejani Júnior, 27 anos, que morreu ontem após ter sido diagnosticado com dengue, passou por três internações desde o dia 2 de janeiro deste ano. Ele morreu na tarde de ontem durante cirurgia, no Hospital do Coração, em Campo Grande.

O primo do rapaz, o médico Ricardo Carpejani, que fez os primeiros atendimentos no município de Aquidauana, informou que William começou a sentir os sintomas da dengue no fim do ano, quando estava em Bonito.

Ao voltar para Aquidauana, no dia 2 de janeiro, Ricardo o examinou e pediu sua internação. “Ele estava com dores nos rins e sintomas de dengue, aí suspeitei que fosse do tipo hemorrágica”, diz.

William foi submetido a exames e como seu quadro apresentou piora, o jovem foi transferido para a Capital. No Hospital do Coração, os médicos confirmaram a dengue, mas descartaram o tipo hemorrágico, e disseram que o rapaz estava com uma infecção nos rins.

O jovem ficou cerca de uma semana internado e teve alta. “Falaram para ele voltar e terminar o tratamento aqui”, conta. Mas Ricardo examinou o primo e constatou que ele estava pior e mandou que voltasse para Capital.

De volta ao Hospital do Coração, foram feitos exames mais detalhados para saber o que estava acontecendo e diagnosticaram que uma artéria do rim do jovem estava entupida. A cirurgia foi marcada para ontem, mas durante o procedimento William teve muito sangramento e morreu.

Ricardo pondera que ainda é cedo para falar se houve negligência, mas diz que o diagnósticos foi demorado.
Segundo a família, o hospital pediu a biopsia do rim do jovem para constatar a causa da morte. “Que ele teve dengue já foi comprovado, mas é preciso saber se a doença foi responsável por agravar o quadro clínico”, diz.

Ele acredita que o sangramento na cirurgia pode ter sido provocado pelos efeitos da dengue, que afeta a coagulação.

A administração do Hospital do Coração informou que não irá se pronunciar sobre o caso porque o “código de ética médica não permite fazer nenhum tipo de declaração sobe o caso do paciente”.

A Saúde do Estado investiga três mortes por dengue, só me janeiro. Se a dengue for confirmada como causa da morte de William, esse será o quarto caso. 

Saúde investiga 3 mortes por dengue este ano, 2 em Campo Grande
A SES (Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul) investiga três mortes por dengue no Estado ocorridas neste ano. Ontem, mais uma pessoa morreu no Ho...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...


Quanto vale uma vida?Esse medico(assassino) Marcos Pedraza matou meu primo,irmão, meu menino por negligencia,desinteresse,ele ficou duas semanas internado com o rim podre foi gasto na clinica 50000 reais para o medico vir de vez em quando e dizer é assim mesmo, um menino alegre cheio de vida de saude com muita gana de viver entrou caminhando sorrindo ao centro cirurgico cheios de planos para quando saisse e não saiu, sua mãe minha tia o deu banho e entregou ele limpinho para o médico e ele entregou a ela morto. é um sofrimento indescritivel....
 
merielle grance em 28/01/2013 10:01:41
Boa noite,eu me pergunto quanto vale uma vida,não tem preço,porem esperamos que na medicina ,os medico,procure sempre está dando seus conhecimento,tratando seu paciente,seja qual for seu estado de saúde,procurando está sempre ajudando até nos momentos - critico porem é muita, importante,lembra que dinheiro nenhum vale + que uma vida, porem Ame + trabalhe com dignidade,seja um paciente pobre ou Rico,medico,É BOM lenbra,que é uma vida ,Ame sua profissão,faça aquilo que gosta,não brique pois á vida de uma pessoa,é muito presioza para DEUS,POIS ELE QUE DÁ E SÓ DEUS PODE TIRA E VOLTA PARA OS BRAÇO DELE, obs;faça dá sua profissão,um talento que DEUS entregou nas suas mãos,que este jovem esteja nos braços do senhor jesus cristo,pois só ele para nos Amar,pois ele é o MEDICO DOS MEDICOS,AMÊM.
 
claudio silva em 23/01/2013 20:38:00
A conclusão que a gente ( leigo ) chega é que está acontecendo do diagnostico da doença demorar , isso quer dizer que os médicos não estão preparados ? Ou o exame que se faz quando ha suspeita de dengue não é eficiente ?
 
Lizeti Aparecida Zanineli em 23/01/2013 12:31:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions