A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

24/04/2019 11:30

Reformulação das rotatórias torna Capital exemplo mundial no trânsito

Em 7 anos, Campo Grande reduz em 32% mortes no trânsito, segundo indicadores do ‘Programa Vida no Trânsito'

Mirian Machado
Rotatória entre a Avenida Gury Marques e a Interlagos em Campo Grande (Arquivo / Fly Drones)Rotatória entre a Avenida Gury Marques e a Interlagos em Campo Grande (Arquivo / Fly Drones)

Além da semaforização das rotatórias da Avenida Mato Grosso com a Nelly Martins e da Interlagos com a Costa e Silva, a sinalização horizontal e vertical, os novos semáforos com onda verde e as ciclovias interligadas são consideradas propostas inovadoras e modelo pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas-OMS).

Uma equipe da Opas está na Capital produzindo um documentário sobre as estratégias adotadas pela Prefeitura de Campo Grande para conseguir reduzir a quantidade de acidentes de trânsito com morte. O documentário será veiculado em todo o País e no exterior.

Segundo dados do "Programa Vida no Trânsito", houve uma redução das mortes por habitante de 4% no ano de 2018 (143 óbitos) comparado ao ano de 2017 (149 óbitos). No período de 2011 a 2018, a redução foi de 32% dos óbitos por residente e 34% das mortes na área urbana.

De acordo com a Agetran (Agência Municipal de Trânsito de Campo Grande), circulam aproximadamente 450 mil carros e 150 mil motocicletas pela Capital. 

 

Campo Grande conta ainda com o GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito) que reúne órgãos pertinentes da educação e segurança no trânsitol trabalhando justos para analisar as causas dos acidentes e apontar as soluções. “Isso ajuda a indicar os locais onde devem ser instalados semáforos e radares evitando novos acidentes”, explicou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) via assessoria de imprensa.

Após lançar maconha na Máxima, dupla é perseguida e presa pela polícia
Dois homens, de 27 e 29 anos, foram presos nesta segunda-feira (14) após jogarem tabletes de maconha por cima do muro do presídio de segurança máxima...
Adolescente de 16 anos é apreendido com 95 papelotes de droga no Tiradentes
Um adolescente, de apenas 16 anos, foi preso ao ser flagrado com 95 papelotes de cocaína no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Os policiais civis d...


Sem duvida alguma, melhorou bastante, mas, é um PALEATIVO, a ingerência, a má fé, a malversação do erário e a vontade politica conduzem a cidade para o caos, que agora passa por uma maquiagem, que alias, diga-se de passagem, mal feita pra caramba, com métodos e materiais muito frágeis e isso a olhos vistos, não precisa nem ter expertise no assunto, gastando recursos que poderiam e deveriam ser empregados em outras áreas mais precárias, a saúde, por exemplo. Ah política é algo muito ruim para o coletivo e por demais benéfico para uma pequena parcela da população.
 
TIJUANO em 25/04/2019 08:02:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions