ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  16    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Rotatória vira "caos" com falta de atenção de motorista e de fiscalização

Por Filipe Prado | 09/12/2013 17:37
Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores (Foto: Marcos Ermínio)
Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores (Foto: Marcos Ermínio)

A rotatória, no cruzamento da Rua Joaquim Murtinho com a Avenida Eduardo Elias Zahran, está deixando os motoristas irritados. A falta de atenção dos condutores e de fiscalização da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) deixa o trânsito do local caótico.

Os motoristas reclamam da falta de respeito dos outros condutores. Maria Catarina, 58 anos, relata que a rotatória poderia funcionar. “Aqui é horrível, as pessoas não respeitam. Se elas respeitassem a sinalização, aqui poderia funcionar”.

Mas a falta de algumas sinalizações prejudica os motoristas, como comenta Junior Cortez, 30. “Muito ruim aqui, eu acho que deveria ter um semáforo, para melhor o trânsito, por que está horrível”, comenta.

Já para Milton Gomes, 42, os motoristas deveriam respeita uns aos outros no trânsito. “A placa de preferência não é respeitada. Fica muito ruim assim. Não dá para continuar como está”, explica.

O taxista Marcos Favarão, 42, comenta que um viaduto seria a solução para o local. "Aqui é um pouco complicado sim, então eu acho que deveriam construir um viaduto, ao invés da rotatória".

Por conta de caos, muitos acidentes acontecem no local. “Tem muito acidente aqui, na maioria das vezes não é muito grave, mas a falta de respeito aqui é grande. As pessoas ficam irritadas quando os motoristas respeitam as sinalizações, e já começam a buzinar”, relata o vendedor Márcio Santos, 39.

Ele comenta que os motoristas, que entram na rotatória, não entendem como é o tráfego no local. “Eles pensam que não precisam parar na rotatória, por conta da faixa que fica a direita, acabam nem prestando atenção nas placas”, explica Márcio.

O vendedor afirma que não há fiscalização da Agetran no local, “é raro ter guarda aqui”, e diz que os motoristas deveriam voltar a ter aulas nas auto escolas, para depois trafegar pela cidade. “Quem reclama é quem não sabe dirigir”, finaliza.

Maria comenta da falta de respeito dos outros motoristas (Foto: Marcos Ermínio)
Maria comenta da falta de respeito dos outros motoristas (Foto: Marcos Ermínio)
O taxista diz que um viaduto deveria ser construído no local (Foto: Marcos Ermínio)
O taxista diz que um viaduto deveria ser construído no local (Foto: Marcos Ermínio)
Nos siga no Google Notícias