ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Condutores ignoram sinalização e desviam de interdição por rua de terra

Trecho de terra da Rua Doutor Zerbini virou rota alternativa para condutores, diante da interdição dos altos da Afonso Pena

Por Adriano Fernandes e Aletheya Alves | 09/08/2020 18:42
Fita zebrada foi cortada por pessoas que passaram pelo local. (Foto: Marcos Maluf) 
Fita zebrada foi cortada por pessoas que passaram pelo local. (Foto: Marcos Maluf)

Nem mesmo a interdição dos altos da Avenida Afonso Pena tem impedido o acesso de motoristas ao Parque dos Poderes, nos domingos da Capital. Mesmo estando sinalizada pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), indicando que é proibida a passagem, um trecho de terra da Rua Doutor Zerbini virou rota alternativa para condutores e até mesmo pedestres.

Conforme a Agência a interdição da Afonso Pena a partir do cruzamento com a Doutor Mário Edson de Barros foi a medida encontrada para conter aglomeração no local aos domingos, durante a pandemia.

“Apenas moradores podem passar por ali de carro. Pessoas a pé e de bicicleta passam, mas sem fazer aglomeração. A medida dura até este período que estamos passar ou até a prefeitura decidir que precisa ser modificado”, comentou o chefe de fiscalização de trânsito da Agetran, Carlos Guarini.

No entanto, desde o início da interdição, há 2 meses, os condutores tem desviado do trajeto pelo trecho sem pavimentação e nenhum tipo de iluminação da Doutor Zerbini, que é a rua paralela a avenida, na Chácara Cachoeira.

Aglomeração de pessoas em quiosque do Parque dos Poderes. (Foto: Marcos Maluf) 
Aglomeração de pessoas em quiosque do Parque dos Poderes. (Foto: Marcos Maluf)

Para tentar evitar que a situação continue ocorrendo o desvio também foi sinalizado com cavaletes, mas não adiantou. A fita zebrada colocada no local foi cortada e, na tarde deste domingo a reportagem flagrou veículos e até pedestres circulando pela rua de terra.

Por consequência, havia grande fluxo de veículos na Avenida do Poeta e aglomeração de pessoas nos quiosques do local, justamente as duas situações que interdição visava impedir.

Pior isolamento - Com índice de 37,20% Campo Grande ficou em 4º lugar entre os piores índices de isolamento do País no sábado (8), véspera do Dia dos Pais. O sistema registrou bairro com adesão de apenas 19,20% ao isolamento social, menor que em dia útil. Os bairros com os piores índices foram North Park (19,20%), Moreninha (21,40%), Carandá Bosque (23,70%), Tiradentes (23,90%) e Maria Aparecida Pedrossian (24,60%).