A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/06/2015 17:55

Salário de 125 professores supera R$ 10 mil; 69% ganham até R$ 4 mil

Ricardo Campos Jr.

Cerca de 69% dos professores da Prefeitura de Campo Grande ganham salários de até R$ 4 mil, conforme tabela divulgada nesta segunda-feira (22). Conforme a lista, divulgada após o Campo Grande News fazer a solicitação por meio da Lei de Acesso à Informação, 1,41% ganha acima de R$ 10 mil.

A relação com valores referentes ao mês de abril, segundo o município, contém os nomes de todos os servidores da educação, concursados e contratados, inclusive os que foram cedidos pela Semed (Secretaria de Educação) a outras pastas.

O valor mais alto recebido por um professor é R$ 22.657. Ele esta fora da sala de aula, a disposição do sindicato da categoria e está há 17 anos no serviço público.

O professor concursado que ganha menos na prefeitura recebe R$ 2.216,96. São 2,9 mil professores com salários entre R$ 2 mil e R$ 3 mil, o que corresponde a 32,99% dos servidores da educação.

O percentual de educadores com vencimentos entre R$ 3 mil e R$ 4 mil é de 27,11%, enquanto 12,4% ganham entre R$ 4 mil e R$ 5 mil; 6,8% ganham entre 5 mil e 6 mil; 4,2% ganham entre 6 mil e R$ 7 mil; 3,19% ganham entre 7 mil e R$ 8 mil; 1,42% ganha entre 8 mil e R$ 9 mil e 0,62% recebe entre R$ 9 mil e R$ 10 mil.

Greve – Educadores da Reme estão em greve para obter o reajuste de 13,01%. O Executivo oferece 8,5%, porém prometeu uma nova contraproposta após ajustar a folha e reduzir o gasto com pessoal, em conformidade com a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Segundo a prefeitura, desde 2011, os professores obtiveram reajustes acumulados de 62,78%, três vezes acima da inflação, que no período ficou em 24,10%. Estes aumentos impactaram em 95% a folha de pagamento dos professores, que passou de R$ 20,7 milhões para R$ 40,4 milhões. O salário-base passou de R$ 1.564.06 para R$ 2.546,06 (de licenciatura).

O movimento grevista alcançou o 28º dia enfraquecido, segundo o município. Apenas 10% das escolas estão paradas, conforme levantamento da Semed, pois das 94 escolas existentes no município, apenas 10 estão totalmente paradas. Os números são diferentes dos divulgados pelo ACP (Sindicato Campo-grandense de Profissionais da Educação).

Para o sindicato, das 94 escolas, 30 estão funcionando normalmente, 55 de forma parcial e 13 aderiram totalmente à paralisação.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Engraçado! um professor não pode ganhar dez mil por mês que trabalham de segunda a sexta o dia inteiro se matando de trabalhar e acham um absurdo, porém tem político ganhando mais de cinquenta mil por mês e muita gente acha normal!
 
Junior em 23/06/2015 10:31:18
Primeiro para um professor ganhar o que a Prefeitura alega ele tem que trabalhar de manhã, tarde e noite, além de estar próximo da sua aposentadoria. Isso fora o trabalho que tem em casa o qual não é remunerado, prova, correções entre outros, pois o horário destinado ao PL normalmente não é sufciente. Os demais salários os professores tem que trabalhar pelo menos dois turnos, muito dos salários que foram divulgados são salários brutos, outro ponto nada mais justo das categorias estarem reinvidicando o que o próprio prefeito assinou a lei e assumiu um compromisso com a categoria. Agora engraçado todas as categorias estão entrando em greve e todas estão ganhando tão bem como a prefeitura diz? Enfermeiros, médicos, professores, etc? Acabem com os comissionados que estão a mais!
 
Alexandre em 23/06/2015 09:23:11
Chega a ser ridícula essa postura de publicarem o salário dos professores! Essa manobra nefasta do prefeito só revela o quão baixo é esse governante desgovernado. Professor tem que ganhar muito bem, são os responsáveis por ensinar, por apresentar o mundo!
Olarte deve ter muita raiva de professor para ser reles como é! a intenção deve não era transparência nas contas públicas, e sim tentar jogar a população contra os professores! Alcaide bisonho!!
Um professor para ganhar um salário decente tem que se desdobrar em vários turnos, e não é só dar aula, é planejar, corrigir provas, trabalhos! Inadmissível essa postura vil do chefe do executivo municipal, baixa! Publique o salário dos vereadores, dos médicos, dos procuradores do município!
PROFESSORES UNI-VOS! NÃO ACEITEM ESSA HUMILHAÇÃO!
 
JESSICA MACHADO GONÇALVES em 23/06/2015 08:46:15
Parabéns ao CGNews pela matéria esclarecedora e sem as tendências que polemizaram o dia. Isto é jornalismo para informar e não para ludibriar, ou seja, isto é jornalismo.
 
jmarch em 23/06/2015 00:57:34
Concordo com a greve. Quem é responsável pela educação dos jovens da capital merece ganhar melhor. Á luz da importância de um professor e do chefe do executivo municipal, o primeiro tem maior serventia à sociedade campograndense.
 
Edson em 22/06/2015 19:02:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions