A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

29/05/2018 14:54

Santa Casa já suspendeu 31 cirurgias como reflexo de paralisação

Hospital suspendeu as cirurgias na segunda (28). Antiobióticos e outros materiais estão em falta

Izabela Sanchez
Desde ontem (28), hospital deixou de realizar 31 cirurgias (Arquivo/Campo Grande News)Desde ontem (28), hospital deixou de realizar 31 cirurgias (Arquivo/Campo Grande News)

Com a greve dos caminhoneiros, que chega ao 9º dia nesta terça-feira (29), faltam, além do combustível, insumos básicos para o funcionamento da cidade. É o caso da Santa Casa, que suspendeu as cirurgias eletivas para aguardar a chegada de novos materiais. Segundo informou o hospital, por meio da assessoria de imprensa, 31 cirurgias já foram suspensas desde ontem (28).

Segundo a informação divulgada, os estoques de medicamentos estão relativamente abastecidos, mas alguns itens poderiam terminar no transcorrer da semana e por isso a opção foi suspender as cirurgias eletivas, que não são urgentes. Ainda de acordo com o hospital, com essa providência, ganha-se tempo até a chegada de novos materiais e medicamentos, entre eles antibióticos.

Na semana passada, quando a paralisação começou, o hospital informou que no almoxarifado estavam faltando pelo menos 20 itens. Parte seria comprada no comércio local e outra emprestada de outras unidades de saúde.

Decreto – O governo de Mato Grosso do Sul decretou nesta terça-feira (29) situação de emergência em razão da greve. O decreto de emergência prevê o uso de forças policiais, inclusive com a convocação de agentes de férias, para desbloquear rodovias estaduais por onde caminhões de cargas estejam sendo impedidos de passar.

O Executivo estadual também autoriza comprar emergenciais, ou seja, sem a necessidade de abertura de licitação, para a “manutenção dos serviços públicos essenciais”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions