A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/11/2015 23:28

Saúde vai promover abraço simbólico do Mercadão sexta-feira, dia D contra Dengue

Flávio Paes
Borrifação, panfletagem, parte da estratégia de combate á dengue (Foto:Arquivo)Borrifação, panfletagem, parte da estratégia de combate á dengue (Foto:Arquivo)

A Secretária Municipal de Saúde promove na sexta o Dia D de Combate à dengue em Campo Grande. Por volta das 8 horas, está programado um abraço simbólico em torno do Mercadão e Camelódromo pelos agentes de saúde pública, agentes de combate às endemias, agentes comunitários de saúde, técnicos, gerentes e demais servidores da saúde, parceiros e população.

A expectativa da Sesau é de que a mobilização tenha a participação de mais de 2.500 pessoas, entre técnicos, profissionais de controle de endemias e a população. 

A concentração dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) começa às 7h30min próximo ao Mercado Municipal com estande educativo onde o público receberá orientações sobre o combate à dengue, febre chikungunya e zika vírus e as consequências das doenças.

No local, estarão veículos acoplados com equipamentos fumacê, motocicletas e bombas aspersoras manuais e elétricas que são utilizados nas ações de combate e controle do mosquito Aedes aegypti.

Em seguida as atividades continuam com distribuição de panfletos e orientações no interior do Mercadão e Camelódromo com abordagem aos comerciantes e público. Na Rua 25 de Dezembro haverá distribuição de panfletos educativos. As ações buscam chamar a atenção para o combate aos focos do mosquito Aedes a egypti, transmissor da dengue e também da febre chikungunya e zika vírus.

A área central de Campo Grande foi escolhida por reunir um grande fluxo de pessoas que passam pela manhã para o trabalho e comércio, principalmente nesse período de compras natalinas. A região é próxima a pontos de ônibus e acesso ao comércio em várias ruas da cidade.

As atividades terão continuidade a partir do dia 7 de dezembro em todas as unidades de saúde. Cada UBS estará fazendo sua programação específica com a intenção de chamar a atenção para o combate ao foco do Aedes aegypti e para a importância da limpeza de terrenos, quintais e eliminação de recipientes que possam acumular água. De acordo com a Sesau, de janeiro a 27 de novembro até são confirmados 2.684 casos da dengue.

De acordo com o Coordenador da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais da Sesau, Alcides Ferreira o controle da dengue é uma preocupação de todos, e como todos os anos, o alvo é o combate aos locais que podem armazenar água e que são abrigo para as larvas do mosquito Aedes aegipti. “Agora a preocupação aumentou ainda mais porque o mosquito também é transmissor da febre chikungunya e zika vírus, o que é um alerta pela malignidade ainda maior e duração dessas doenças nas pessoas”, adverte.

Alcides reitera que é fundamental que a população ajude e verifique se a caixa de água está bem fechada, não acumule vasilhames no quintal que possam acumular água, não deixe calhas entupidas e coloque areia nos pratos dos vasos de plantas, entre outras ações que evitam a proliferação do mosquito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions