A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/03/2013 19:59

Scooby vira símbolo de luta ao Combate à Leishmaniose

Viviane Oliveira
Scooby virou símbolo de luta contra a doença. (Foto: Simão Nogueira). Scooby virou símbolo de luta contra a doença. (Foto: Simão Nogueira).

Durante a Audiência Pública contra a Política de Combate à Leishmaniose na sede da Justiça Federal no Parque dos Poderes, em Campo Grande, na tarde desta quarta-feira (13) o cão Scooby, como sempre, chamou atenção de quem passava e principalmente da imprensa.

Scooby foi preso a uma moto e arrastado por 4 quilômetros pelo bairro Aero Rancho. Ele foi diagnosticado com leishmaniose e só não foi sacrificado pelo clamor popular, principalmente através das redes sociais.

A ex-presidente do CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária) Sibele Cação, que teve o mandato frente à instituição cassado por defender o tratamento do cão, ao invés da eutanásia, disse que Scooby virou símbolo de luta ao Combate à Leishmaniose.

“Ele é um exemplo do que nós estamos defendendo. O tratamento leva o cão à cura clínica”, afirma. O cão está gordo e nem parece aquele que estava doente e com as patas machucadas ao ser arrastado pelo dono.

A audiência de hoje foi por conta de uma ação civil pública proposta pela ONG Abrigo dos Bichos contra a prefeitura de Campo Grande e a Secretária Municipal de Saúde.

Eles querem impedir que o poder público continue praticando a eutanásia de cães como única política de controle da doença e que adote medidas mais éticas e rígidas nas abordagens da população nas casas.

De acordo com a assessoria de imprensa da Justiça Federal, a audiência de hoje foi para instruir o processo. Tudo o que foi dito por especialista, alguns defendendo o tratamento e outros criticando a eutanásia de cães, será anexado ao processo.

Segundo a ONG Abrigo dos Bichos a audiência publica foi convocada pelo Juiz Federal Renato Toniasso, que julgará o processo movido pela entidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions