A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/07/2016 19:15

Sem chuva há 38 dias, Campo Grande tem mais de um incêndio por hora

Corporação vai colocar militares da área administrativa na rua

Anahi Zurutuza
Fogo tomou conta de área de 2 hectares na Capital nesta tarde (Foto: Alcides Neto)Fogo tomou conta de área de 2 hectares na Capital nesta tarde (Foto: Alcides Neto)

Por conta da estiagem, que já dura 38 dias em Campo Grande, das 6h às 18h desta sexta-feira (15), os bombeiros atenderam mais de uma ocorrência de incêndio em terrenos baldios por hora. As equipes tiveram de se deslocar 19 vezes para combater a chamas em áreas verdes dentro da cidade.

De acordo com o coronel Hudson Faria de Oliveira, chefe do Comando Metropolitano do Corpo de Bombeiros, a partir da próxima semana, mais três equipes, formadas por militares que trabalham nos setores administrativos da corporação, serão colocadas na rua para ajudar no trabalho. “Já começou o período de estiagem e começamos a sentir os efeitos”.

O chefe da assessoria de comunicação dos bombeiros, coronel Robinson Moreira, explica que em outras épocas do ano, quando o tempo está menos seco, bombeiros são chamados para apagar incêndios no máximo cinco vezes ao dia. “Já são mais de 30 dias sem chuva, a umidade relativa do ar está muito baixa e está ventando bastante. Tudo isso contribui para aumentar as ocorrências. Uma fagulha, uma bituca de cigarro que cai no mato seco, pode causar um grande incêndio”.

O coronel Robinson esclareceu ainda que como choveu bastante neste ano, até o início de junho, o mato das áreas vazia cresceu muito. “Aumentou a massa de capim, aumentou a massa combustível”.

Na tarde de hoje, dois incêndios ocorreram no Tiradentes (Foto: Direto das Ruas)Na tarde de hoje, dois incêndios ocorreram no Tiradentes (Foto: Direto das Ruas)

Grandes proporções – Um dos incêndios mais graves começou no meio da tarde na região do Tiradentes – leste da Capital. Em poucos minutos, uma área de ao menos 2 hectares em uma chácara na rua José Nogueira Vieira, no bairro Tiradentes – região leste de Campo Grande – foi devastada.

Uma casa abandonada foi atingida pelas chamas e ficou completamente destruída. Até o início da noite, bombeiros trabalhavam no combate às chamas.

Também na tarde desta sexta-feira, a reportagem recebeu fotos de chamas em uma outra área no mesmo bairro.

Equipes extras trabalharão com abafadores e bombas costais (Foto: Alcides Neto)Equipes extras trabalharão com abafadores e bombas costais (Foto: Alcides Neto)

Reforço – De acordo com o chefe do Comando Metropolitano, bombeiros tem hoje três viaturas grandes de combate a incêndios – duas com capacidade para 5 mil litros de água e uma com tanque de 15 mil litros –, além de cinco outros veículos com bombas menores.

As três equipes formadas por servidores administrativos vão trabalhar em caminhonetes e com abafadores, bombas costais, enxadas e pás. “Hoje, nossas guarnições estão sendo ocupadas quase na totalidade para apagar fogo em pastagem e terrenos baldios. Precisamos deixar algumas equipes livres só para incêndios urbanos”, ressalto o coronel Hudson.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions