A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/07/2013 16:23

Sem diversão da Parada Gay, grupo protesta contra fundamentalismo

Mariana Lopes e Viviane Oliveira
Manifestantes se reuniram na praça Ary Coelho (Foto: Cleber Gellio)Manifestantes se reuniram na praça Ary Coelho (Foto: Cleber Gellio)

Com faixas, cartazes e um clamor de respeito, o movimento GLBTT ( Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais) invade as ruas de Campo Grande na tarde desta sexta-feira (12), em protesto contra o fundamentalismo e a favor de um estado laico. Os manifestantes seguem em direção ao Ministério Público Estadual.

Com poucas pessoas que aderiram à “1ª Parada da Cidadania: Pela Dignidade Humana, em favor da Laicidade do Estado e da Diversidade”, o grupo saiu da praça Ary Coelho, no Centro da Capital, e deve percorrer o trajeto pela Afonso Pena, com apoio da Agentran (Agência Municipal de Trânsito), que controla o fluxo de veículos e manifestantes.

“O principal objetivo deste protesto é lutar pelos direitos das pequenas minorias, que estão sendo desrespeitados”, pontua a presidente da Antra (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), Cris Stefanny, se referindo a grupos de africanos, mulheres, índios, negros.

Para Cris, o deputado federal Marcos Feliciano está atacando as diferenças das pessoas, ofendendo religiões e principalmente os gays. “O fundamentalismo está sendo imposto e a religião está sendo usada por um determinado grupo para oprimir essas minorias, mas o nosso protesto não é contra os evangélicos, mas contra o fundamentalismo que está presente em todas as religiões”, pontua a líder.

De acordo com o presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/MS, o advogado Júlio Valcanaia, 40 anos, constantemente há denúncias de gays que tiveram os direitos negados em órgãos públicos. “Ainda é possível ver uma série de violações, jovens religiosos que se culpam porque a família quer curá-lo, não conseguem se assumir por causa da religião”, explica o advogado.

Mesmo sem fazer parte de nenhum movimento específico, o estudante de mestrado da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Guilherme Cavalcante, 27 anos, aderiu ao protesto. “Soube que a manifestação foi criada quando o vice-prefeito, Gilmar Olarte, convocou uma marcha a favor da família e contra o casamento gay, com a presença do Feliciano”, explicou o estudante.

Por conta disso, o movimento foi se organizando pelo Facebook, sem líder e extremamente popular, segundo Guilherme. “Luta contra a teocracia que o próprio Feliciano defende”, enfatiza o estudante.



Nossa sociedade vive os estilos de famílias patriarcais, e as pessoas esquecem do direito de igualdade que os gays possuem também, assim como todo brasileiro. Creio que seremos seres humanos melhores quando apreendermos a respeitar as diferenças entre as pessoas direito de crença e culto todos tem, mas sera que por você ter uma fé tal você pode ofender alguém que não compartilha e não pratica sua fé?? querem esconder das suas crianças algo que esta não a mostra, será que quando eles crescerem por acaso não gostem do que hoje vocês repudiam? REFLITAM
 
Dr Douglas Cavalcante em 22/11/2013 10:04:08
Vejo comentários aqui, já faz um tempo e gostaria que esta reportagem se destacasse novamente, se possível pessoal da redação do CG news, iremos agradecer e gostaria de seguir esta matéria. Gente que absurdo, o mundo está se tornando monstruoso, gente o homossexualismo é a coisa mais natura que existe, em nenhum momento que fui ao shopping, me deparei com cenas de pornografia, eles ficam como um casal normal, entenda quem entender, muitos são homofóbicos sim, onde é que vê uma simples aproximação gay , achão que é o fim do mundo, gente a era que estamos vivendo é de mudanças, tudo não está como antes, tecnologias, a forma de falar , a natureza, tudo está se modificando, foda é quem se prende aos tempos passados, quem é o gay? GAY é a pessoa que está fazendo a diferença no mundo .
 
Juliana Mendes em 14/11/2013 13:36:33
sou representante da religião matriz africanana sofremos preconceito.. por q os evangelicos acham q nosso Deus ñ é o mesmo Deus q eles adora,nas Igrejas eles tem o ritual do sal o oléo ungido, nos temos os banhos de ervas e os ebós q é pra mesma finalidade pra cura de quaisquer mal q atige seus seguidores,se fose uma religião perfeita ai sim concordadaria com eles mas tem pessoas q se dizem evangelico q é pedofalo q rouba q mata ñ podemos generalizar tds.como tem evangelicos q servem Deus e são verdadeiro em sua fé , assim temos tbm em nossa religião de matriz africana.fica aqui minha indiguinação.
 
abadia d´osun kare em 13/07/2013 08:42:45
Não vejo sentido no motivo deste protesto, o publico gay ja deixou de ser considerado uma minoria há muito tempo, são pessoas que teem por direito as mesmas leis que são para todos os cidadãos. Se querem privilégios ai é outra historia, apenas acho que estao querendo criar uma outra classe, cheia de privilégios e isso sim considero um verdadeiro preconceito com a sociedade.
 
Eudes fernando em 13/07/2013 00:16:03
invade as ruas de Campo Grande na tarde desta sexta-feira (12), em protesto contra o fundamentalismo e a favor de um estado laico? ? ? ? ? ? ? ?
Vcs estão de brincadeira né? meia dúzia de gato-pingado isso sim.
Aqui em campo grande,no Mato Grosso do Sul isso não vira não,aqui maioria é civilizado! Aqui a família é soberana.Pode até ser chamado de gay que não saiu do armário,mais é melhor assim.
A opção tem que ser respeitada,mais não venha querer impor sobre os que não aceitam.
Mais estão de parabéns! E viva a democracia!
 
Dr Adilson Marquez em 12/07/2013 23:45:14
A SOCIEDADE BRASILEIRA RESPEITA O SER HUMANO MAS NÃO CONCORDA COM A PRÁTICA HOMOSSEXUAL. DEUS CRIOU ADÃO E EVA E NÃO ADÃO E IVO... CADA UM DARÁ CONTA DE SI NO DIA DO JUIZO!
 
JARY GUASINA em 12/07/2013 22:11:34
Não sou contra os direitos exigidos pelo GLBTT, mas, convenhamos eles precisam aceitar os direitos dos que pensam diferente. Sou cristão, ou seja seguidor de Cristo, não importa a Igreja, denominação, seita ou o nome que quiserem dar, em sendo cristão a minha regra de fé e prática é a BÍBLIA SAGRADA. Se alguém não aceita Bíblia Sagrada é um direito seu, mas a Constituição Federal do Brasil, me dá o direito de crença, art. 5º - VI, VII e VII; liberdade de manifestação de pensamento, art. 5º - IV. E portanto eu tenho o direito de segundo a minha consciência divergir ou concordar com os outros cidadãos. E isso está me sendo tolhido, eu não posso expressar meu pensamento, pois vou ser tachado de preconceituoso, reacionário, ultrapassado e tantos outros adjetivos. Tenham a santa paciência!
 
Jota Vieira em 12/07/2013 22:06:12
ELE TEM O DIREITO DE FAZER O QUE QUEREM,MAS NAO TEM RESPEITO COM O PROXIMO,COM AS CRIANÇA,QUEREM IMPOR,FORÇAR,MOSTRAS QUE ELES QUER,MUITA PORNOGRAFIA A LUZ DO DIA,NA RUA.LOGO LOGO VAO FAZER SACANAGEM NA MESA DE UM RESTAURANTE E NAO PODEMOS FALAR NADA,PORQUE SERIA HOMOFOBIA.PENSA GENTE,ESTOU COM A MINHA FILHA NO SHOPPING E COMEÇA O GAY COM SAGANAGEM NA FRENTE DE TODO,E AI,E AI,NAO PODEMOS FALAR E FAZER NADA QUE JA VEM COM PROCESSO EM CIMA DAS PESSOAS CORRETAS,ACHO QUE O FIM DO MUNDO É ISSO AI,TUDO AO CONTRARIO ,DOENÇA ,BRIGAS,ETC.
BEM,SÓ ACHO QUE VCS GAYS TEM QUE RESPEITAR O PROXIMO ANTES DE PEDIR RESPEITO A SI PROPRIO...SE FAZER DE VITIMA.
 
roger andrade em 12/07/2013 20:02:59
Esse povo não dão respeito por que eles querem, fica nas ruas beijando homens com homens, mulheres com mulheres, povo sem educação.
 
aparecido emidio em 12/07/2013 19:52:10
Podemos fazer também, Cyro, uma votação pra ver quem é melhor, se o homem ou a mulher e a minoria que perder terá que se transformar no sexo vencedor, o que acha? E isso pode não ter importância para uma parte egoísta da sociedade, Cezar Maia, que crê, que sempre deve subjugar alguém pra poder exercer seu poder e com isso conseguir privilégios. Lutem mesmo pelos seus direitos pois eles são legítimos, não aceitem ser cidadãos de segunda categoria, pois vcs trabalham, produzem, e principalmente não deixam filhos para serem criados pelo Estado.
 
FERNANDO BATISTON em 12/07/2013 18:13:42
Se o Sr. Edson Moreira tá preocupado com o ser humano do outro lado, é só sair do armário e participar da próxima manifestação... Parabéns pelo comentário do Sr. Cyro Escobar. E o Sr. Cezar Maia de Deus tem razão quanto a preocupação dos manifestantes ao futuro da nação, prova disso é que esse povo não deve trabalhar, pois para estar atrapalhando o transito em pleno horário de expediente...
 
daniel brandao em 12/07/2013 18:04:39
Lamentável o comentário do Sr Cezar Maia de Deus .
Eles têm o direito de protestar sim fundamentalismo imposto por um bando de pseudo-moralistas que usam a religião pra oprimir as pessoas diferentes deles .
Assim como todos eles pagam impostos , trabalham e se o Brasil é um Estado Laico nem deveria dar ouvidos à bancada religiosa que têm no Congresso... o que esse povo fez até hoje ?
Simplesmente projetos ridiculos por natureza , como a cura gay , o dia da luta contra o sexo anal... esse pessoalzinho tinha que era lutar pela saúde , educação , segurança , creio que os eleitores os puseram lá achando que haveria esta diferença , mas a diferença é o preconceito acirrado a quem é gay , prostituta , mãe solteira ... triste isso !
 
Karla Cavalcante de Jesus em 12/07/2013 17:58:39
Antes de criticarem, pensem que existe um ser humano do outro lado que tem sentimentos, vamos respeitar um ao outro.
 
edson moreira em 12/07/2013 17:29:15
Por que não fazemos uma votação. Botamos quem é contra quem é a favor. Quem ganhar tem razão. Simples assim.

 
Cyro Escobar em 12/07/2013 17:06:58
59 manifestantes. Sinto cheiro de revolução por aí.

Tinha um cartaz escrito "Ser Travesti no Brasil é perigo!".

Parabéns a esse povo preocupado com o progresso social e à proteção dos Travestis, tão necessários para nossa sociedade.
 
Cezar Maia de Deus em 12/07/2013 17:05:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions