A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

11/09/2017 08:10

Sem receber salários, enfermeiros da Santa Casa voltam a fazer greve

Nesta segunda-feira, 70% dos profissionais da enfermagem cruzaram os braços

Aline dos Santos e Ricardo Campos Jr
Hospital enfrenta nova greve por atraso salarial.
(Foto: Marina Pacheco)Hospital enfrenta nova greve por atraso salarial. (Foto: Marina Pacheco)

Sem receber o salário de agosto, enfermeiros da Santa Casa de Campo Grande voltam a fazer greve nesta segunda-feira (dia 11). No mês passado, pelo mesmo motivo, a paralisação durou três dias.

Conforme o Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), a partir das 7h de hoje, 70% dos profissionais da enfermagem cruzaram os braços para pressionar pelo pagamento.

Segundo o presidente do sindicato, Lázaro Santana, o hospital informa que o atraso salarial é porque prefeitura e Estado ainda não fizeram repasse das verbas financeiras. Durante a manhã, a categoria fará protesto no saguão principal da Santa Casa, na rua Eduardo Santos Pereira.

O grupo aguardará a chegada do diretor-presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Esacheu Nascimento. A entidade administra o hospital.

“Só encerramos quando ele dar uma data, uma previsão de pagamento. Se disser que só não tem dinheiro, continuamos paralisados”, diz a diretora sindical Eneliza Guimarães.

Segundo ela, os funcionários ficam em meio ao impasse entre prefeitura e hospital. “Não só ficamos no meio, somos usados. Eles sabem que vamos paralisar. Mês passado, tivermos que ir na prefeitura para cobrar uma providência”, afirma.

Ainda de acordo com Eneliza, a direção do hospital alega não ter dinheiro, mas investe em reformas na Santa Casa.

A enfermagem tem 1.400 funcionários. Com a greve, é mantida escala com 30% dos enfermeiros. Até maio, o hospital pedia à prefeitura que aumentasse o repasse do SUS (Sistema Único de Saúde), mas o poder público quer reduzir o atendimento em 30%. 

 A Santa Casa informa que Esacheu retorna hoje de viagem a Brasília e vai se reunir com os enfermeiros. A assessoria de imprensa do hospital ainda informa que não há dinheiro para o pagamento por falta de repasse da prefeitura. A reportagem entrou em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e aguarda retorno.  (Matéria alterada às 9h34 para correção de informação)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions