ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 35º

Capital

Semáforo desligado provoca acidente em cruzamento da Capital

Apesar do impacto, motoristas envolvidos na colisão não sofreram ferimentos graves

Jhefferson Gamarra e Ana Beatriz Rodrigues | 04/10/2022 14:59
Colisão entre veículos no cruzamento com a sinalização prejudicada (Foto: Paulo Francis)
Colisão entre veículos no cruzamento com a sinalização prejudicada (Foto: Paulo Francis)

Semáforo desligado tem preocupado a população e motoristas que trafegam no cruzamento da Avenida José Barbosa Rodrigues e Wanderley Pavão, no Jardim Aeroporto em Campo Grande. Na tarde desta terça-feira (4), um Volkswagen Gol e um Renault Logan se chocaram no local.

Militar da reserva, Genivaldo Oliveira Nascimentos, 56 anos, trefegava pela José Barbosa Rodrigues dirigindo o Gol quando atingiu a lateral do Logan que cruzava a via. “Tinha acabado de deixar meus filhos na escola e estava indo para o Santo Amaro buscar umas ferramentas. Como o semáforo estava desligado segui em frente, porque aqui seria preferencial”, justificou.

No Renault Logan estava o trabalhador autônomo, Edson Souza Teixeira, 41 anos, que seguia na Avenida Wanderley Pavão, sentido Jardim Aeroporto, onde o semáforo estava funcionando, com o sinal verde. “Foi um grande susto, subi no canteiro e quase atingi a árvore”, lamentou.

Com o impacto, o Logan foi lançado para o canteiro e ficou com a lateral parcialmente destruída. O Gol teve a frente bastante danificada e ficou no meio da pista, mas sem atrapalhar o fluxo de trânsito. O socorro foi acionado, mas ambos motoristas recusaram atendimento.

Sinalização desligada no cruzamento onde ocorreu o acidente (Foto: Paulo Francis)
Sinalização desligada no cruzamento onde ocorreu o acidente (Foto: Paulo Francis)

Motorista que frequentemente trafega pelo local, relata que os problemas de semáforos desligados e intermitentes são frequentes na região. “Toda vez está assim, dificilmente está funcionando e os carros passam muito rápidos provocando acidentes”, lamentou a vendedora Ana Paula Silva.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) foi procurada pela reportagem e garantiu que uma equipe irá até o local para averiguar e tomar as devidas providências. Além disso, ressaltou a importância de moradores formalizarem o pedido via 156, sobre situações como semáforo intermitente, desligado ou implementação de sinalização para que as medidas sejam realizadas, caso necessário. A agência reforçou ainda que a região tem sido alvo de constantes furtos de fios de cobre.

Nos siga no Google Notícias