A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

20/08/2014 15:34

Sesau e MPE se reúnem para discutir soluções para a superlotação

Filipe Prado e Alan Diógenes

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) se reuniu com o MPE (Ministério Público Estadual), representado pela promotora Filomena Aparecida Depólito Fluminhan, e diretores técnicos dos hospitais Universitário, Regional e do Câncer para discutir a superlotação nas UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo).

A reunião começou por volta das 14h de hoje (20) e não tem horário para o fim. Além das vagas na UTI, eles também irão discutir possíveis soluções para a superlotação nas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) da Capital.

O MPE expediu uma recomendação e cobrou agilidade da Prefeitura de Campo Grande e estipulou prazo de 10 dias para o fim das internações em UPAs e postos 24 horas.

A recomendação ocorreu depois que equipes da 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública visitaram a Santa Casa e três UPAs da Capital. Conforme o documento assinado pela promotora Filomena, a administração deverá acabar com as internações nos centros usando a rede conveniada ou contratada.

Outra determinação do MPE é que em 20 dias a Capital aumente a quantidade de leitos hospitalares adultos disponibilizados pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). A Santa Casa, maior hospital do Estado, já admitiu a insuficiência de leitos e a promotoria identificou superlotação também no Hospital Regional e no Hospital Universitário.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions