A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

28/02/2018 13:00

Sesau faz visitas técnicas e auditorias para atestar qualidade de serviços

Recursos foram utilizados no último quadrimestre de 2017 para verificar pendências no setor

Humberto Marques e Anahi Gurgel
Unidades de saúde da Sesau, como o CEM, foram alvos de auditorias e visitas técnicas. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Unidades de saúde da Sesau, como o CEM, foram alvos de auditorias e visitas técnicas. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande tem apostado na realização de visitas técnicas auditorias para melhorar o atendimento à população na saúde pública. A constatação foi apresentada na manhã desta quarta-feira (28) durante audiência pública voltada à prestação de contas da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) no terceiro quadrimestre de 2017, na Câmara Municipal. Os levantamentos ajudaram a identificar, por exemplo, situações como a ociosidade em atendimentos na área de especialidades médicas.

Entre dados que passam pelas despesas, produção da atenção básica e indicadores, foram apresentados balanços das análises feitas nas unidades próprias e conveniadas à saúde da Capital –algumas delas ainda em andamento. É o caso de três auditorias realizadas por órgãos de controle externo, como o TCE (Tribunal de Contas do Estado), CGE (Controladoria-Geral do Estado) e CGM (Controladoria-Geral do Município); e instituições de controle interno junto a laboratórios, unidades hospitalares e da própria Sesau.

Conforme divulgado durante a audiência, as auditorias visam a verificar a regularidade dos contratos, atendimentos a recomendações, qualidade das atividades e cumprimento de normas e prazos. Três auditorias foram encerradas no período: no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Maternidade Cândido Mariano e UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do São Conrado.

Ociosidade – Já a Santa Casa, Maternidade Cândido Mariano, Clínica de Saúde do Homem, o CEM (Centro de Especialidades Médicas) e a Gerência Especialidades Médicas da Sesau foram alvos de visitas técnicas –que visam a verificar in loco situações denunciadas. No CEM, constatou-se a existência de agendas ociosas, isto é, perdas de vagas destinadas ao setor de especialidades médicas decorrentes da falta de pacientes.

Também foi apontada a ocorrência de reaproveitamento de vagas no setor –com reencaixe de pacientes. Nos dois casos, os apontamentos “vão ser objetos auditorias que em 2018”, como destacou o titular da Sesau, Marcelo Vilela.

Sesau manterá posto médico para último dia de folia na Esplanada
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) vai manter um posto médico avançado neste sábado (17) para realizar atendimentos na Esplanada Ferrovi...
Sesau abre inscrições em seleção para residência em Medicina de Família
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) da Prefeitura de Campo Grande abriu nesta segunda-feira (29) inscrições em processo seletivo para Residência ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions