A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

07/12/2016 18:05

Simpática e 'boa de papo', mulher conquistava idosos para roubá-los

Donata de Souza da Silva, 57 anos, confessou o crime, mas irá responder ao processo em liberdade

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Donata de Souza da Silva, 57 anos, foi presa em flagrante nesta quarta-feira (07). (Foto: Adriano Fernandes)Donata de Souza da Silva, 57 anos, foi presa em flagrante nesta quarta-feira (07). (Foto: Adriano Fernandes)

Com jeito simples e simpático, Donata de Souza da Silva, 57 anos, tinha hábito e facilidade em enganar idosos, segundo a polícia. Presa na manhã desta quarta-feira (7), no bairro Jóquei Clube, em Campo Grande, a mulher confessou que dopou um casal para depois roubá-lo.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Reginaldo Salomão, da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e furtos), o crime ocorreu no dia 1º deste mês, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Donata teria conhecido a vítima, uma idosa de 74 anos, dentro de um ônibus do transporte coletivo.

Mostrando-se muito simpática e prestativa, a criminosa teria se oferecido para acompanhar a idosa até a casa da vítima. Ao chegar no local, a mulher disse que estava com sede e a idosa então a convidou para entrar na casa, onde estava outro idoso de 77 anos, marido da vítima.

Depois de alguns minutos de conversa, Donata teria convencido as vítimas a comprarem um sorvete. Segundo a polícia, a sobremesa era apenas uma “desculpa” para a criminosa dopar os idosos. "Ela colocou um medicamento no sorvete chamado 'Clonazepam', que fez com que o casal desmaiasse", contou o delegado.

Com as vítimas indefesas, Donata então furtou um celular, R$ 110 e ainda as alianças das vítimas, e depois fugiu da casa com as chaves da casa dos idosos.

Após acordar e perceber que havia caído em um golpe, o casal fez a denúncia. A polícia só conseguiu prender a mulher, depois de verificar as câmeras do supermercado onde ela e a idosa haviam comprado o sorvete.

Donata confessou o crime e foi indiciada por roubo. Disse ainda que vendeu o celular e as alianças por R$ 200 para um desconhecido. Apesar disso, irá responder ao processo em liberdade.

Reincidente - Esta não é a primeira que Donata vai parar na delegacia por enganar e roubar idosos. Segundo a polícia, em 2014, ela se aproveitou da amizade que tinha com dois idosos para roubar cerca de R$ 18 mil do casal.

Donata teria se oferecido para cuidar do filho do casal que era doente. Ao ganhar a confiança da família, a mulher furtou R$ 8 mil e fugiu. Depois teria feito saques na conta do casal no valor de R$ 10 mil.

Segundo o delegado, a mulher já tem outras cinco passagens pela polícia em Mato Grosso do Sul, no Paraná e em são Paulo, por estelionato e roubo.



Inacreditável que depois de tudo isso vai seguir o processo em liberdade, o que seria necessário para ser presa, latrocínio? Lamentável.
 
Laura Vicente em 08/12/2016 08:16:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions