ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

"Só queria conversar", diz homem após ser preso por agredir e ameaçar ex

Mulher foi espancada e registrou 4 boletins de ocorrência antes de agressor ir para cadeia

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 31/03/2021 11:07
Vítima está alojada na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami)
Vítima está alojada na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami)

Homem, de 29 anos, conhecido como "Neném", foi preso preventivamente após agredir e ameaçar a ex-namorada, de 39 anos, de morte, no bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande. A prisão foi feita pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e o homem será encaminhado para o presídio ainda nesta quarta-feira (31).

No dia 22 de março "Neném" agrediu a ex-companheira, por ciúmes e por não aceitar o término do relacionamento que havia começado 10 meses atrás. Ele deu socos na cabeça e no rosto da mulher, que registrou um boletim de ocorrência, mas continuou sendo perseguida pelo homem.

"Neném" chegou a invadir a casa da ex e quebrar objetos, móveis e eletrodomésticos. Depois da invasão, a vítima procurou a Deam novamente e solicitou alojamento na Casa da Mulher Brasileira.

Enquanto a mulher estava abrigada, "Neném" procurou por uma amiga da ex-namorada, portando uma arma de fogo e querendo saber onde a mulher estava. Após o ocorrido e um novo registro policial, foi expedido um mandado de busca e apreensão de arma de fogo no dia 27 de março. Na tarde de ontem "Neném foi achado pela polícia, mas a arma não foi localizada.

De acordo com a delegada Maira Pacheco, responsável pela prisão de "Neném", em depoimento ele negou que portava uma arma de fogo quando procurou pela amiga da ex, e ainda disse que "se tivesse que matar, seria com uma faca, não com uma arma de fogo". O autor será encaminhado ao sistema penitenciário, onde responderá aos processos preso. O casal convivia há dez meses e não tinham filhos em comum.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário